Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Água Kangen
Por Donato Heinen. Publicado em 10/08/2020

Notas e Apartes nº 1.365

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 5-8-20


  Opinião - “Se as pessoas estiverem armadas e forem atacar a polícia, eu acho que, em legítima defesa, a polícia tem o direito de matar, obviamente. E até eu tenho o direito de matar. Nós temos país onde tem a pena de morte e efetivamente tem morrido menos gente do que aqui no Brasil, que não tem a pena de morte. Se você pergunta para as pessoas que foram vítimas, e se eu fosse vítima eu dizia para você não precisava nem a polícia matar, eu mesmo matava”.

Autoria – Responda rápido. Quem é o autor dessas declarações? Jair Bolsonaro ou Lula? Pois é. Quem diria? São frases de Luís Inácio Lula da Silva, em 1982, durante um debate eleitoral na Bandeirantes. Esse era Lula antes da fase “Lulinha paz e amor”. Já em dezembro de 2003, ele sancionou o Estatuto do Desarmamento, cujo objetivo é desarmar o cidadão de bem, não permitindo que se defenda da bandidagem. Enquanto as pessoas de bem, trabalhadoras e cumpridoras de seus deveres estão desarmadas, os bandidos estão armados e muitos ficam livres graças a decisões lenientes do STF e instâncias inferiores. “Acho que estamos dando um presente a milhões de brasileiros, para que a gente possa ver a violência diminuir no país", disse Lula na oportunidade. Ou seja, um discurso para cada ocasião, dependendo da conveniência.

Bandeiras – E a dança das bandeiras continua. De sexta até segunda, é um festival de cores. O governador Eduardo Leite já declarou que pretende dar mais autonomia aos prefeitos. Na região de Caxias, vários prefeitos editaram normas próprias e mais flexíveis sobre a volta às atividades em seus municípios. O MP acionou a Justiça para impedir. Ou seja, mais uma ingerência do Poder Judiciário em algo que não lhe compete. Decisões de pessoas que vivem em seus gabinetes e desconhecem a realidade e as dificuldades de quem luta para não ir a falência e não perder o patrimônio de uma vida toda. A imbecilidade de algumas autoridades, em todos os poderes, é algo sem precedentes.

Previsão – Em março, o biólogo Átila Iamarino fez uma previsão catastrófica no canal MyNews, do You Tube. Ele projetou que teríamos um milhão de mortos no Brasil por covid-19, até agosto. Agora, se descobriu que, na verdade, ele previu que teríamos TRÊS MILHÕES de mortos no período. Esse trecho do vídeo foi excluído pelo MyNews, a pedido de Átila, segundo informou o canal.

  Felipe Neto – O novo ídolo da esquerda defende a libertinagem em seu canal no You Tube, que tem como alvos principalmente crianças e jovens. Em alguns vídeos, ele faz declarações impublicáveis. Conteúdo é altamente tóxico e nocivo para a personalidade de mentes em formação. Em um vídeo ele ensina, inclusive, como as crianças devem fazer para burlar a proibição de acesso a conteúdos censurados pelo You Tube.

Entrevista – Em entrevista esta semana à Globo News, Neto disse ser a favor do bloqueio de contas de 17 pessoas favoráveis a Bolsonaro, no Facebook e no Twitter, em todos os países do mundo, decretado pelo ministro do STF Alexandre de Moraes. Foi confrontado pelo veterano Fernando Gabeira, que deu um nó no entrevistado ao perguntar o que ele diria se um juiz de outro país bloqueasse a sua conta. Depois de emudecer por alguns segundos, Neto respondeu: “É, soa estranho. Parece que não é algo que deveria acontecer”. Esse rapazinho está sendo o consultor do ministro Barroso (STF) para opinar sobre o processo das fake news e de Rodrigo Maia sobre o PL de censura nas redes sociais que tramita na Câmara. Este é o retrato do nosso Brasil. 

Arbitrariedade – A decisão do ministro Moraes de censurar 17 pessoas em redes sociais em nível mundial é considerada uma das medidas mais arbitrárias já tomadas por um sinistro de uma Corte Suprema em qualquer país democrático do mundo.

Donato Heinen 

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck