Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Água Kangen
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 07/09/2020

Paulo Guedes e os puxa-saco

Por Ivar Hartmann


Hermes da Fonseca, Getúlio Vargas, João Goulart, Emílio Garrastazu Médici, Costa e Silva e Ernesto Geisel. Salvo engano, são estes os presidentes brasileiros naturais do Rio Grande do Sul. Somados, dá algumas dezenas de anos de mando e de comemorações do 20 de setembro, data magna gaúcha. Nunca algum deles comemorou a data com grandes churrascos aos quais a presença só era bem-vinda com o sujeito pilchado com as roupas típicas do povo do sul. Ao contrário, nas festas de São João, dos arraiá patrocinados pelo ex-presidente Lula, os palhaços mais chegados de sua trupe, homens e mulheres, compareciam fantasiados de caipiras, termo genérico para os habitantes das roças do interior. Inesquecível espetáculo de puxa-saquismo. Grotesco. Mas valeu a pena porque, enquanto alegravam o chefe acenando com uma mão, usavam a outra para furtar dos brasileiros, no Mensalão, Lava-Jato etc. Lula era o grande maestro. Nas festas caipiras e nas festas de divisão do dinheiro desviado e furtado.

Este espetáculo me veio a mente esta semana quando vi Bolsonaro e gente próxima em uma cerimônia. Todos de terno e gravata, próximos ao chefe. E sem máscaras. O chefe não usa? Não interessa o perigo. Também não uso. Porque, homem sem coragem, indicado para cargos por acertos políticos, tem medo de perder, me permitam o termos chulo, “a boquinha”. Como na história do Asterix, todos menos um: o baixinho ministro Paulo Guedes. De máscara e mostrando ao Brasil quem é. E porque deve ser respeitado. Os outros que acompanhavam Bolsô por certo estariam bem, também, com as fantasias obrigatórias das festanças bufas de Lula. Agora a manifestação mais correta de puxa-saquismo é não usar máscara. Se pegar Covid-19, como o ministro Lorenzoni, avisar pela imprensa o Bolsô, de que está tomando cloroquina. Quando foi o escolhido o ministério atual, dois nomes eram de apolíticos: Sérgio Moro e Paulo Guedes.   E um resto de ministros. O primeiro, saiu. O segundo, periclita e por causa do resto não consegue trabalhar direito. Pátria amada Brasil!...

ivar4hartmann@gmail.com 

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck