Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 31/03/2021

Notas e Apartes 1.399

Dia 31-3-2021 - Jornal Gazeta Regional


Medicamentos – Na medida em que aumenta o número de médicos e municípios que adotam os tratamentos preventivo e precoce contra o novo coronavírus, a resistência das pessoas contrárias ao uso da ivermectina, azitromicina, zinco e outros se mantém. A eficácia destes   tratamentos vem sendo comprovada na prática a cada dia. Afinal, é isso que interessa.

Ivermectina – Segundo o médico Albert Dickson, a proteína importina é a responsável por levar o coronavírus ao núcleo das células. Mas a ação da ivermectina impede que isso ocorra. Medicamento não provoca nenhum problema nos rins e no fígado. O ideal é tomar a ivermectina na hora do almoço, na dosagem estabelecida pelo médico.

CFM - Mauro Ribeiro, presidente do Conselho Federal de Medicina, declarou que não é verdade que o tratamento precoce contra covid-19 é ineficaz. “Infelizmente, certos assuntos foram proibidos. Essa história de que está estabelecido na literatura que o tratamento precoce não tem efeito na fase inicial é mentira”, declarou. “Quem tem atribuição legal de modo a definir o que pode ou não ser utilizado é o CFM. O CFM não incentiva o tratamento precoce ou o condena, tampouco bane”, afirmou. “Falar que a hidroxicloroquina e a ivermectina matam é falácia. Quem quer fazer o tratamento precoce, que faça. Quem não quiser, não faça”, observou.

Supremo – Em nenhum outro momento da História, o STF tomou tantas decisões inconstitucionais e absurdas contra os interesses da população.  O Supremo está usurpando as funções do Executivo e do Legislativo. Os ministros decidem o que o cidadão pode, não pode e o que é obrigado a fazer, sem critérios ou amparo jurídico. O Legislativo está de joelhos e com medo do STF porque cerca de um terço de seus componentes responde a investigações criminais.

Insegurança – A insegurança jurídica é tamanha que nem sequer uma decisão do próprio SPTF é confiável. O tribunal tornou-se a maior ameaça à segurança jurídica do país. Depois de votar contra a suspeição do ex-juiz Sergio Moro, em 2018, agora a sinistra Cármen Lúcia mudou o próprio voto e declarou Moro suspeito. Sem que nesse tempo tenha ocorrido absolutamente nada de novo. Assim, a sentença contra Lula no processo do tríplex foi tornada sem efeito, premiando o réu e condenando o juiz. Cármen Lúcia nunca se destacou em nada no mundo jurídico. Nunca produziu em sua carreira profissional mais do que uma confusa aglomeração de palavras repetidas e mal escritas.

Comunismo – Hoje, faz 54 anos que a intervenção militar impediu que o comunismo fosse implantado no Brasil. Já em 2018, o povo fez isso pelo voto. Mas o perigo comunista continua nos rondado.  O preço da liberdade é a eterna vigilância. Lembrete: a força da tirania está na obediência dos covardes.

Vacina – Até a última segunda-feira, Santo Cristo recebeu 2.690 vacinas contra covid-19. Destas, foram aplicadas 2009, sendo que 1.691 pessoas (11,8%) receberam a primeira dose e apenas 318 (2,2%) a segunda. Na região, os municípios que mais vacinaram são Porto Lucena e São José do Inhacorá com 18,6%.

Narrativas – Em tempos de redes sociais, as narrativas da turma da canhota, referendadas pela velha mídia, caem por terra em poucos dias. O atraso na vacinação é a próxima narrativa a perder sustentação. Já estamos atingindo cerca de um milhão de vacinas aplicadas por dia. 

Extra, extra! – O presidente Jair Bolsonaro foi flagrado interferindo em seu próprio governo.


 
Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck