Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasGigabyte - VIII EXPOAGRO - 11-3-19 - Banner 950X200 (GESSINGER)
Por Chuvinha Hartmann. Publicado em 17/06/2013

QUIBUSDAM TANDEM, DILMA, ABUTERIS PATIENTIAM NOSTRAM?

Coluna semanal do coronel da reserva do Exército José Deomar Hartmann - Chuvinha

1) FINALMENTE, VAIAS – A frase do título é extraída de um discurso de Cícero no Senado Romano. Sua Dilma era Catilina. As vaias do superfaturado estádio Mané Garincha, na abertura da Copa das Confederações, impediram que a constrangida Dilma apresentasse ao mundo o Brasil que o PT descobriu em 2002. Mostraram ao mundo, isso sim, que a paciência dos brasileiros está se esgotando. Nesse sentido, Dilma até deveria agradecer as vaias, porque o mundo iria desmascarar a mentira que aqui é repetida por uma década. Além do mais, o público presente no estádio não era formado por ex-miseráveis, beneficiários do Bolsa Família, massa manipulada como eleitorado cativo do PT. Era formado pela sofrida classe média, vítima maior da política econômica e roubalheira generalizada no governo petista. Lá estava a classe média vaiando os 39 ministérios, as obras não licitadas e superfaturadas do PAC, a compra de parlamentares, o imoral lobismo da sua corrupta amiga Berenice Guerra e do condenado José Dirceu, a inflação artificialmente camuflada, a reentronização do pior lixo varrido na sua enganosa faxina de dois anos atrás e por aí vai. O recado da classe média foi claro: Até quando, Dilma, abusarás da nossa paciência?

2) SEGURANÇA – Escrevi sobre os custos da segurança por três semanas. Nos últimos dias, finalmente, a grande imprensa abriu alguns espaços para o problema, e expôs que a maior preocupação das autoridades era a questão dos atos terroristas, pela sua imprevisibilidade e dimensão potencial. Foi apresentado o grande aparato de segurança para a realização do ato inicial que vaiou Dilma. Incluindo a defesa do espaço aéreo, mais de 10 mil profissionais da área de segurança foram mobilizados por mais de quatro dias, fora o apoio logístico. Deixo ao leitor a reflexão para avaliação dos custos.

3) LULA ENROLADO – Absorvido que foi meu espaço para abordar as questões de segurança, outros assuntos importantes se avolumaram em três semanas. Finalmente a Revista Veja (edição 2321, de 15-5-2013 – página 68) publicou cópia do cheque de número 674.503, do Banco Rural, no valor de R$ 98.500.00, emitido em 20-1-2003, pela SMPB de Marcos Valério (o vilão do mensalão), assinado por Simone Vasconcelos, em favor da CASO COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA., firma de Freud Godoy, que cuidava das finanças pessoais de Lula. Segundo Marcos Valério, “é uma das evidências da participação do ex-presidente Lula no esquema do mensalão”. Na época de apuração dos fatos, não sei por quais razões, a investigação foi encerrada tão logo apareceram os indícios contra Lula. Agora, porém, por decisão do ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, a apuração do destino final do dinheiro foi retomada. Um dia a casa ia cair. Nem todos acreditariam até o fim que Lula nada sabia. É simplista o argumento que invoca o caráter de quem denunciou. É a coisa mais normal quando mais que um criminoso participa do cometimento do mesmo crime (e a condenação de Marcos Valério foi também por formação de quadrilha), que um bandido entregue o outro.

4) CÔNCAVO, PLANO OU CONVEXO? – Venho insistindo sistematicamente que o espelho (côncavo, plano ou convexo) da presidente Dilma chamava-se Berenice Guerra. Desde os tempos em que Dilma era secretária estadual de governo aqui no RS. Pois, a despeito de todas as denúncias, Berenice continua a circular com invulgar desenvoltura nos corredores do poder. Seu escritório virtual, segundo publicações de duas revistas semanais, está atuando em conjunto com o virtual escritório do chefe de quadrilha José Dirceu. O produto de ambos é facilitar que empresários corruptos tenham acesso ao governo e estatais, para obter vantagens à margem da lei, com propina em torno de 10% dos valores envolvidos. Apenas duas dessas negociações teriam rendido à BERENICE/DIRCEU SA um valor em torno de 20 milhões de reais. Se eu chego a tomar conhecimento disso aqui na Linha Revolta, interior de Santo Cristo, impossível Dilma alegar desconhecimento.

5) SOCIALISMO BOLIVARIANO – O socialismo bolivariano de Hugo Chávez (que isentos professores de História já compararam a Cristo) morreu antes mesmo de seu mentor. A Venezuela vai de mal a pior. As revistas Veja e Época trazem três informações que seriam bizarras, não fossem trágicas: a) Uma gravação prova que Chávez tinha uma guarda pretoriana própria. Os integrantes eram recrutados entre os mais frios e carrascos assassinos, dentro e fora das corporações oficiais, incluindo presídios. Sua missão era matar adversários e aliados dissidentes; b) O arcebispo de Caracas mandou circular ao clero venezuelano, recomendando o máximo de economia em hóstias e vinho para as celebrações, em vista do desabastecimento de farinha e impossibilidade do fornecedor de vinho garantir o fornecimento de vinho por mais tempo; c) Pasmem, leitores. É notícia, sim senhores. O ministro da Economia da Venezuela, ao ser questionado sobre a crise de desabastecimento, solicitou aos venezuelanos paciência (Quibusdam tandem, Maduro?) e falou que estava anunciando medidas econômicas drásticas, que permitiriam ao governo economizar o equivalente a mais de 40 milhões de rolos de papel higiênico. Uma vez que o país estaria gastando por ano 176 milhões de rolos de papel higiênico, o desabastecimento desse item estava praticamente afastado. Eu próprio não quis acreditar, mas confirmei a veracidade por outras fontes. Pelo menos tomei conhecimento da característica escatológica do socialismo.

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck