Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 06/05/2022

Notas e Apartes nº 1.456

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 3-5-22


Viagem – Saímos de Santo Cristo na segunda-feira 25, rumo a Porto Alegre, para embarcar para a Europa no dia seguinte, pela manhã. Após conexão em Guarulhos, seguimos rumo a Paris pela Air France, para nova conexão a Veneza, na Itália. A chegada no aeroporto Marco Polo ocorreu na tarde de quarta-feira, 27.

Bagagem – De 2002 até 2019, em todas as minhas viagens aéreas, não havia vivido a experiência de ter uma mala extraviada. Até agora, já percorri cerca de 400 mil km de avião, o equivalente a mais de 10 voltas ao redor do globo terrestre. Meu primeiro dissabor com extravio de bagagem ocorreu ao chegar no aeroporto de Casablanca, Marrocos, em março de 2019. A bagagem principal havia ficado em Roma. Recebi ela quatro dias depois, em Casablanca. Agora, nova experiência desagradável. A mala principal não chegou até agora em Veneza, onde tive que comprar algumas roupas. Estamos no Mar Adriático, navegando no navio MSC Armonia, rumo a Atenas, capital da Grécia. O retorno a Veneza será no próximo domingo. Com a esperança de receber a bagagem no aeroporto. 

Camping – Nossa hospedagem em Roma foi em um camping situado a cerca de 20 km do centro da capital da Itália. Uma estrutura fantástica, em local belíssimo, com mais de 500 cômodos para hospedar cerca de 2.000 mil pessoas. Mas com uma deficiência grave quanto ao acesso à internet. O acesso é limitado e difícil, sendo possível em apenas alguns locais. O que, no meu caso, foi extremamente estressante.

Covid-19 – Devido à pandemia, as viagens de cruzeiro ficaram bastante prejudicadas, sendo retomadas aos poucos. Tivemos que apresentar comprovante de vacinação e fazer teste de covid na chegada ao porto, em Veneza. Menos mal que este foi sem custo. Mesmo assim, com todos vacinados e com teste negativo de covid, o uso de máscara é obrigatório nos locais de acesso públicos. Nem preciso dizer o que penso sobre a obrigatoriedade do uso de máscara nessas circunstâncias.

Vaticano – A imponência da Basílica de São Pedro, no Vaticano, chama a atenção. Milhares de turistas do mundo inteiro a visitam todos os dias, gerando divisas para a Santa Sé. O percurso dura mais de uma hora. Pela primeira vez, subi as escadarias da basílica para chegar ao alto da cúpula. São 551 degraus para subir e outros tantos na descida, somando 1102. A descida é tão cansativa quanto a subida por escadas em sua maioria muito estreitas e íngremes. Algumas no formato de caracol, comportando apenas uma pessoa por vez.

Navio – É a nossa primeira viagem em um navio da MSC. O Armonia foi fabricado em 2004 e remodelado recentemente, dotando-o de tecnologias mais modernas. Mas é bem inferior em relação aos cinco anteriores que conhecemos. A decoração é bastante simples se comparada ao Oasis of The Seas, da Royal Caribbean, por exemplo. Os serviços incluídos na passagem do cruzeiro também são inferiores. Mas o preço é acessível, três mil reais por pessoa para 8 dias de viagem, incluindo alimentação, academia e diversões.

Internet – O acesso à internet no navio ainda é caríssimo. Custa 10 euros – cerca de 55 reais – por dia por aparelho conectado no plano semanal. O preço para apenas um dia, sobe para R$ 110,00. Para termos acesso telefônico e serviços de internet durante os 36 dias da nossa viagem, optamos por habilitar o telefone do meu irmão Telmo, da operadora Claro, ao preço de R$ 109,00 por mês em um plano pós-pago.

Donato Heinen

Do Mar Adriático 

 
Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck