Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 22/06/2022

Notas e Apartes nº 1.463

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 22-6-22


Candidata – Carta aberta para a senadora Simone Tebet (MDB/MS), pré-candidata à Presidência da República. Senhora senadora, tenho 46 anos de filiação ao MDB. Quase o equivalente à sua idade. Tenho saudades do tempo em que o senador Pedro Simon nos representava no Senado Federal. Homem íntegro, correto, respeitado e competente. Mas vejo com tristeza os rumos do MDB depois que o partido foi sequestrado por políticos como Renan Calheiros, entre outros velhacos, que se juntaram a esquerdopatas comunistas da pior espécie. Que enchem a boca para falar em DEMOCRACIA, enquanto apoiam as piores ditaduras. Por isso, a maioria das lideranças de seu próprio partido não apoiam sua candidatura à Presidência, que está fadada ao fracasso por apoiar gente desqualificada e corrupta, como o maior ladrão que este país já conheceu.

CPI – Enquanto outros presidentes faziam de tudo para impedir uma Comissão Parlamentar de Inquérito, pela primeira vez vemos um presidente da República pedindo que seja criada uma CPI para apurar possíveis irregularidades em uma empresa estatal. Além de desviar bilhões de reais da Petrobras, entre 2003 e 2016, a esquerda aparelhou a estatal com militantes que agem para criar problemas para o governo e o povo brasileiro. Se a CPI for instalada, o povo vai saber como a Petrobras foi aparelhada politicamente pela esquerda.

Confissão – Em 1989, 9 terroristas estrangeiros vieram ao Brasil e junto com um brasileiro sequestraram o empresário Abílio Diniz. Lula, com a maior desfaçatez, confessou agora que em 1998 conversou com o então ministro da Justiça, Renan Calheiros, que pediu que falasse com o ex-presidente FHC para a liberação dos terroristas, que estavam em greve de fome. “Fui até a cadeia para conversar com os meninos. Vocês terão que garantir que vão acabar com a grave de fome e serão soltos”, disse o ex-presidiário. Em 1999, após a intervenção de Lula, os terroristas estrangeiros foram extraditados e o brasileiro recebeu indulto. Todos estão em liberdade.

Colômbia – No domingo, o ex-terrorista Gustavo Petros foi eleito presidente da Colômbia. Quase metade dos eleitores (44%) não foram votar. É a extrema esquerda conquistando mais um governo na América do Sul, em parte graças a omissão daqueles que se abstiveram de votar. Em seu primeiro discurso, Petros pediu ao procurador-geral para que presos sejam libertados. Tudo indica que os colombianos em breve vão sentir na própria pele as consequências de mais um governo comunista no continente. Assim como os venezuelanos, argentinos, peruanos e chilenos.

Manipulação – Após manifestação política em Natal com a presença de Lula, na semana passada, o site do PT usou uma foto de 2018 como se fosse atual. Mas a fraude logo foi desmascarada nas redes sociais. Conforme notícia publicada na revista Ceará, “Lula evita aparições públicas em hotel e ruas em seu primeiro giro no Nordeste. No hotel, fez refeições apenas no quarto, não circulou no hall e no restaurante, evitando contato com outros hóspedes”..

Semana – Além disso, a semana também teve outras notícias que a velha mídia não repercutiu. Como a confissão da CUT sobre a criação de brigadas digitais – milícias, quando se referem aos outros – em favor da candidatura de Lula, e a acusação de lavagem de dinheiro para o PCC por seu ex-contador.

Futebol – Não tem como deixar de comentar o jogo do Inter do último domingo. Depois de estar vencendo o Botafogo por 2x0 e com um jogador a mais desde os 6 minutos, o Colorado perdeu por 2x3. Foi um dos maiores fiascos do Inter, jogando em casa, em seus 113 anos de história, cometendo erros elementares. Uma defesa medíocre, de dar dó.

  Donato Heinen

 
Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck