Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness AcademiaConstinta
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 25/09/2023

Golpe: tropas ou gatos pingados?

Por Ivar Hartmann


O Google relaciona os golpes de Estado ocorridos no Brasil, junto com as tentativas fracassadas, desde o autogolpe de Pedro I proclamando a Independência. São tantos e tantas que só o relacioná-las ocuparia todo o espaço da crônica. E, dando alguns detalhes de cada um, ocuparia o espaço de todas as crônicas futuras. Para aprofundar-se, basta procurar no Google. O golpe de Estado acontece quando um grupo político ou militar ataca as vias institucionais, para chegar ao poder. E apela para a coação ou emprego direto da violência, para derrubar um governo legalmente constituído.

Não só na História do Brasil, mas em todos os golpes de Estado, que ocorrem normalmente nestes continentes subdesenvolvidos política e economicamente, como a América Latina e a África, são fundamentais dois elementos: a) ter tropa para os generais colocarem na rua e forçar o golpe; b) ter políticos proeminentes envolvidos, para garantir um arremedo que seja de representação popular. Mesmo que seja um militar a empalmar o poder.

Então, é por demais óbvio que os gatos pingados de Brasília que estão sendo processados e condenados por tentativa de golpe devem sim ser condenados por formação de quadrilha, arruaça, invasão de próprios públicos, destruição de patrimônio nacional e coisas deste jaez. Tentativa de golpe? Onde a tropa disponível? Políticos proeminentes? Quais? Levados pela palavra do Messias, que deve sofrer um processo à parte, para ver se houve responsabilidade sua, quem estava com os gatos pingados? Baderneiros, arruaceiros, desocupados sem representação alguma. Golpistas? É querer comparar mandriões com militares e políticos proeminentes. Serve para propaganda da esquerda. ivar4hartmann@gmail.com 

Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck