Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness AcademiaConstinta
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 18/10/2023

Por um idoso saudável

Por Ivar Hartmann

A Universidade americana de Harvard, expoente mundial em estudo e pesquisa, mantém um dos mais longos estudos sobre o DESENVOLVIMENTO ADULTO. Iniciado em 1938, acompanha a vida de 724 homens, da adolescência a velhice. O objetivo da pesquisa é saber: afinal, que fatores contribuem para que um humano tenha uma vida saudável e satisfatória e como entender os efeitos das diferentes experiências dos participantes, ao longo de suas vidas. Para isso eles submetem-se a entrevistas, exames médicos, análise de seus registros escolares, vida familiar e outros métodos de coletas de dados. 

As importantes conclusões a que já chegaram, é que relacionamentos fortes e saudáveis são essenciais para o bem-estar da pessoa ao longo de sua vida. Os homens pesquisados que tiveram relacionamentos íntimos estáveis e solidários, apresentaram, ao fim de suas vidas, melhores níveis de saúde física e mental, comparado com os que não tiveram. Mais ainda: não importa a quantidade das amizades, e sim a qualidade delas. Um único amigo íntimo ou um parceiro de vida confiável, fazem a diferença na satisfação geral do indivíduo e na qualidade de vida que leva.  

Os participantes com estas conexões sociais apresentaram melhor saúde, menos doenças crônicas e viveram mais tempo do que os com frágeis relacionamentos. Finalmente: a qualidade de vida na velhice é o resultado das escolhas feitas na meia-idade.  Hábitos saudáveis, como exercícios regulares, sono adequado, alimentação equilibrada, e que evitaram o abuso de tabaco e álcool, resultaram em melhor qualidade de vida na velhice. O estudo continua em andamento. Pensemos nisso. Não adianta lamentar depois. 

Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck