Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness Academia
Por Donato Heinen. Publicado em 29/05/2024

Notas e Apartes 1.564

Coluna publicada em 29-5-24


Donato Heinen, de Andorra

Medjugorje – Também conhecida como a Rainha da Paz, Nossa Senhora de Medjugorje é a invocação dada à Virgem Maria. Ela teria aparecido pela primeira vez no dia 24 de junho de 1981, segundo relato de seis crianças de origem croata, na Vila de Medjugorje, pertencente na época à então Iugoslávia, hoje território da Bósnia e Herzegovina. À medida em que a vila cresceu, virou cidade e se tornou um famoso local de peregrinação cristã, os seis videntes continuaram relatando as aparições da Virgem Maria, praticamente todos os dias.

Peregrinos – Estimativas indicam que em torno de 2 milhões de pessoas vão a Medjugorje anualmente. Visitamos novamente o santuário na segunda-feira, dia 20. A economia da cidade gira em torno do turismo. Até hoje, a Santa Sé coloca sob suspeita a idoneidade do padre franciscano Tomislav Vlasic, líder espiritual das aparições, acusado de “manipulação de consciências”. Assim, segundo especialistas do Vaticano, a Santa Sé também estaria colocando sob suspeita a veracidade das aparições.

  Andorra – O Principado de Andorra é um pequeno país situado na Península Ibérica, nos Pireneus, fazendo fronteira com a França e a Espanha. A língua oficial é o Catalão e a moeda, o Euro. A área total é de 468 km2, um pouco inferior à do município de Santa Rosa (489 km2), e a população fica em torno de 77 mil habitantes, idêntica à santa-rosense. A capital é Andorra-a-Velha – mais alta da Europa com 1.023 metros acima do nível do mar.  Andorra é o sexto menor país da Europa e o 16º menor do mundo. O atual principado tem por base um tratado de 1278, denominado Paréage. Desde 1993, é filiado à ONU, sendo atualmente o país mais seguro do mundo para se viver.

Economia - A economia é baseada no turismo, recebendo cerca de 10 milhões de turistas por ano. O maior fluxo ocorre no inverno. Andorra é o 94º país que conheço. A Luciana e eu visitamos Andorra nessa terça-feira e vimos muitos hotéis e estabelecimentos comerciais fechados temporariamente na baixa temporada. Pagamos 1,32 euro pelo litro de óleo diesel, um dos menores da Europa. De um modo geral, os preços da alimentação equivalem aos do Brasil, sendo em alguns casos até menores. Já o poder aquisitivo da população de Andorra é bem superior ao nosso.

Santo Antônio de Pádua – Administrada pelos frades franciscanos conventuais, a Basílica de Santo Antônio de Pádua fica na cidade de Pádua, na Itália. Estima-se que a construção iniciou entre 1234 e 1238. O corpo de Santo Antônio de Pádua foi sepultado na pequena igreja de Santa Maria Mater Domini, que depois foi incorporada à atual basílica. Os traços românicos e góticos predominam. Nas cúpulas se vê a influência bizantina. As imagens, candelabros e outras obras que estão na basílica são simplesmente fantásticas. Dentre tantos templos religiosos que já vi no mundo, a Basílica de Santo Antônio de Pádua é a mais bela. É algo indescritível.

  Passaporte – Na maioria dos países da Europa, as fronteiras são abertas e não há qualquer controle. O último carimbo que temos no passaporte é o da entrada na Eslovênia, na fronteira com a Croácia. Depois disso, na saída da Eslovênia para ingresso na Itália, existe apenas um pequeno posto de controle. Lá, um policial deu uma rápida examinada nos documentos sem estampar qualquer carimbo ou registrar nossa saída daquele país. Já aqui, na fronteira da Espanha com Andorra, existem guichês de controle com vários policias. Mas passamos livres, sem qualquer registro no passaporte ou verificação de bagagem.

  Mais seguros – Saiu a relação dos 20 países mais seguros para se viver, divulgada pela plataforma Numbeo, um banco de dados global. Pela ordem: Andorra, Emirados Árabes Unidos, Qatar, Taiwan, Oman, Ilha de Man, Hong Kong (China), Armênia, Japão, Singapura, Mônaco, Estônia, Bahrein, Eslovênia, China, Coreia do Sul, Suíça, Islândia, Croácia e Geórgia. Destes, conheço 15 e pude constatar isso pessoalmente.

Vetos – O Congresso Nacional derrubou o veto de Lula à lei que proíbe as chamadas saidinhas de presos em datas específicas. Na mesma sessão, realizada ontem, o Congresso manteve o veto do ex-presidente Bolsonaro que barrou a “comunicação enganosa em massa”, tipificada como crime, que na prática permitiria ao governo estabelecer ao seu bel prazer o que é mentira e o que é verdade. Foram duas vitórias das pessoas de bem.

Donato Heinen

 
Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck