Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasGigabyte - VIII EXPOAGRO - 11-3-19 - Banner 950X200 (GESSINGER)
Por Coluna da Alma. Publicado em 11/09/2014

Coluna da ALMA

Império Austro-húngaro - Por Donato Heinen

Durante centenas de anos, se formaram as fronteiras da Áustria e da maior parte dos países europeus. Governantes procuravam, sempre que possível, ampliar seus domínios. A família Habsburgo era uma das mais poderosas da Europa e governava um grande país, denominado Áustria. A região da Hungria, que ficava no território dos Habsburgo, queria mais autonomia. Foi então que, em 1867, o país foi dividido em duas partes e fez surgir o Império Austro-húngaro, governado por apenas um rei até 1918.

Mais de 52 milhões de pessoas viviam num país multiétnico, no começo da Primeira Guerra Mundial, em 1914. A Áustria-Hungria era um império com uma grande área territorial, tendo Viena como capital. Já no final da guerra, ficou apenas um pequeno estado nos Alpes, que contava em torno de seis milhões de habitantes.

A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) começou quando a Áustria declarou guerra à Sérvia. Outros países entraram no conflito. A Áustria não estava livre de tensões internas antes da Primeira Guerra Mundial. Essa situação a levou a conflitos e movimentos buscando sua autonomia, em especial nos Bálcãs. E a guerra levou o país ao completo desmembramento do Império Austro-húngaro.

Em maio de 1915, a Áustria passou a lutar não apenas contra a Sérvia, mas também contra a Itália. A região montanhosa do Tirol do Sul tornou a luta extremamente difícil. A Áustria perdeu a guerra. Vários povos integrantes do então Império Austro-húngaro proclamaram sua independência. A Áustria e a Hungria se separaram definitivamente.

Capital da Hungria, Budapeste é o principal centro financeiro e cultural do país e a sexta maior cidade da União Europeia com 1,8 milhão de habitantes. Sua fundação data de 1873 com a fusão das cidades de Buda – na margem direita do famoso Rio Danúbio – e Peste, situada na sua margem esquerda.

Budapeste é um dos maiores destinos turísticos no mundo, sendo considerada uma das cidades mais belas da Europa. Sexta cidade europeia mais visitada, recebeu 4.376.900 turistas em 2011.

Também situada às margens do Danúbio, Viena é a capital da Áustria e centro cultural e político do país. O Bundesland Wien é um dos nove estados do país com 1,7 milhão de habitantes, mesmo tendo apenas 414 km². Viena foi considerada nos anos de 2007, 2010 e 2011 a melhor cidade do mundo para se viver. Desde 2001, o centro histórico da cidade faz parte da Lista de Patrimônio da UNESCO.

A Luciana e eu tivemos a oportunidade de conhecer, em abril e maio deste ano, entre outras belas cidades de vários países da Europa, as belíssimas Budapeste e Viena com suas deslumbrantes atrações turísticas, muitas com tradição centenária e até milenar. Se você tiver oportunidade, não deixe de conhecer estas e outras atrações turísticas do Velho Continente. Vale a pena.

Donato Heinen

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck