Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasGigabyte -
Por Alberto Seibert. Publicado em 07/11/2017

Coluna do Beto

#

Administração

Antes que meu espaço finde, o que, esclareça-se desde logo, é por decisão minha, quero aqui fazer um elogio à atual administração santo-cristense, pois vejo coisas acontecendo que me engrandecem como filho e habitante desta cidade. Aliás, raras administrações começaram já no primeiro ano fazendo o que se espera de uma administração pública, tendo em vista que a maioria deixa o que é importante para o final do mandato, acreditando que o povo não tem memória. Não lembro bem a data, mas deve fazer uns 3, 4 ou mais anos que encontrei um amigo dos tempos do Estrelinha, o Wilson Cristóvão de Wallau, popular Pissufa, que reside faz tempo em Porto Alegre. Ele me instigou para escrever sobre a pintura da prefeitura, que não estava boa e que ele dizia não lembrar quando foi a última pintura. Não o fiz, mas toda vez que passava pelo paço municipal lembrava do pedido do amigo. Agora, o pedido dele foi atendido, se realizou, sendo que a nossa prefeitura está bonita, bem pintada e com cores vivas, orgulhando a nós. Também vejo obras, que a maioria dos prefeitos não fazem, isto é, as pequenas que não exigem grandes gastos. Vou citar apenas algumas que me chamaram a atenção, até porque não haveria espaço para todas. Na calçada da Praça Wolfram Metzler, na frente da casa dos Klein, havia um desnível na calçada, que devia ter sido ser motivo de muitos tropeços e tombos e que já estava lá há vários anos, senão por décadas, e que foi solucionado. Assim como o caminhódramo, que era um desejo dos adeptos do exercício físico, agora realizado. Por fim, vou falar do ajardinamento. Muitas vezes se começou, mas era algo para se dizer que estava sendo feito, algo superficial. A continuar neste ritmo, não demora, nossa cidade vai ser a mais bela e ajardinada da região. Parabéns a todos!

Obras

Quando se trata do governo estadual ou federal as obras pequenas nem sempre acontecem. Faz tempo que venho pedindo, sendo até chato e repetitivo, a alteração do trevo do porco para que seja transformada em rótula do tipo ilha, devido ao perigo. Na semana que passou, foi alargada a pista para a direita, dentro do trevo,  possibilitando, assim, que os motoristas que vão no sentido Santo Cristo/Giruá, não necessitem aguardar em fila, pois antes havia um desnível bastante considerável que inviabilizava tal manobra. Uma obra mínima, que já ajudou a diminuir os engarrafamentos no local.

AM/FM

Na semana que passou, foi realizado em Canela um congresso de rádios e TVs, onde um dos temas foi a migração que as rádios que operam em AM terão que fazer para a FM. Aqui na região, a Rádio Noroeste já está operando em FM. Ocorre que a frequência é a mesma (96,7) que opera uma emissora Argentina. Em Santo Cristo, há locais em que a emissora do país vizinho se sobrepõe a Noroeste, não se tendo um perfeito áudio. Em Alecrim, onde a emissora sempre teve muita audiência, há reclamações. No caso desta rádio, a AM está funcionando, porém espera-se que a situação da FM seja resolvida, pois seria uma perda muito grande para a população, pois a Rádio Noroeste é a melhor da região em termos de notícias. Com a vinda das emissoras para a FM se ganha em qualidade de som e também se pode ouvir nos celulares. O problema da nossa região é que quase todas as nossas boas emissoras de FM tem uma castelhana incomodando na mesma frequência.

Tolerância

Na semana que passou, em Porto Alegre, um morador matou um funcionário da CEEE por ter estacionado em frente a garagem para fazer um serviço na rede elétrica. Não sei até onde chegaremos, mas a situação anda tão crítica em termos de falta de tolerância que devemos medir muito nossas palavras antes de falar com um estranho.

Sal

Se tem algo que eu tento me cuidar é com o sal. Por isso não costumo fazer minhas refeições fora de casa. Nas raras vezes que o faço em outro local, a comida quase sempre é muito salgada. Esses dias, ao término de uma refeição, um amigo comentou: “tinha mais sal do que comida”. O ruim é que quem faz a comida raramente fica sabendo, pois a maioria das pessoas não fala a verdade, preferindo ser gentil. O AVC é de grande perigo para a vida de qualquer um e pode ser evitado, desde que se tenha práticas boas. Eu penso que seria de grande valia se alguém do poder público ou da saúde fosse dar cursos e exigir presença de todos que preparam alimentos. É preciso conscientizar a todos do mal que o excesso de sal faz. 

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck