Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 06/12/2017

Notas e Apartes 1.228

Publicada no jornal Gazeta Regional de 6-12-17


Mérito – Todos os méritos ao Grêmio pela conquista do tricampeonato da Libertadores de América. O Tricolor jogou um futebol primoroso, eficiente, de encher os olhos de quem gosta de futebol. Com garra e determinação, deu um nó tático no confronto contra o Lanús, na Argentina, e venceu em pleno solo portenho. Os argentinos foram surpreendidos em sua própria casa pela ousadia dos gaúchos. Parabéns pela conquista.

Falta de modéstia - Mas, para muitos, fora de campo, nem tudo transcorreu dentro do que se espera de quem tem a modéstia como norma. A gana na busca da vitória levou muitos torcedores, jogadores e até dirigentes a se mostrarem de certa forma prepotentes, arrogantes, convencidos, o que despertou antipatia. Tudo isso ANTES do confronto final. Mas o pior comportamento aconteceu após a vitória, quando alguns jogadores baixaram o nível nas comemorações, em Porto Alegre, usando termos chulos e impublicáveis contra um colega de profissão. Faltou elegância.

Modéstia – Nesse particular, o torcedor colorado, em sua maioria, teria ido a Buenos Aires se borrando de medo da derrota, deixaria para comemorar somente se a conquista efetivamente se confirmasse. Questão de modéstia, para não sofrer chacota em caso de possível derrota.

Previdência – Quando estava no governo, o principal partido de oposição defendia a reforma da Previdência. Agora, por politicagem, é contra. O Brasil? O povo? Que se danem! O discurso fácil para ludibriar o contribuinte usando dados irreais dá a tônica. Os maiores prejudicados, se a reforma não for feita, serão nossos filhos e netos. No futuro, perguntarão aos pais, com razão: “mas como vocês deixaram a situação chegar a este ponto? Como deixaram esse fardo tão pesado nas nossas costas”?

Planejamento – O que diferencia uma República de Bananas, como o Brasil, dos países de Primeiro Mundo é, principalmente, o PLANEJAMENTO. E isso faz toda a diferença, em todos os setores. A maioria desses países tem idade mínima para aposentadoria estabelecida há muito tempo. Enquanto isso, aqui no Brasil, temos milhões de pessoas que se aposentaram com menos de 50 anos de idade, pobres subsidiando a aposentadoria dos mais ricos e uma série de outras distorções.

Trocas – Não são só os políticos que precisam ser trocados. O povo também. Mas como isso não é possível, a solução é a educação, a informação. Afinal, os políticos saem do seio popular. Enquanto tivermos um povo tão mal informado, com milhões de analfabetos funcionais e facilmente manipuláveis por governantes mais interessados na próxima eleição do que na próxima geração, estamos condenados ao atraso. Aliás, não é por nada que o candidato que falar a verdade sobre o que precisa ser feito não se elege. O povo prefere a solução populista, um Salvador da Pátria.

Dom Pedro II – As melhorias feitas na principal rua da nossa cidade, com o ajardinamento nas quadras situadas entre as ruas Padre Adolfo Gallas e Olavo Bilac, além da construção da rótula, tiveram investimento modesto em termos de custo. Segundo o prefeito Adair, o valor foi de R$ 14 mil. Sem contar a mão de obra, executada por servidores do município. Além de bela, a rótula ficou muito funcional, dando agilidade ao trânsito. A grande maioria das opiniões manifestadas em redes sociais é favorável. Mas sempre têm aqueles que são contra. Parabéns à administração e colaboradores, em especial ao Grupo Mobiliza que, por justiça, mereceria dar nome à rótula.

Donato Heinen 

Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - LogomarcaSaldanha Prestadora de Serviços
Saldanha Prestadora de ServiçosCotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul