Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 11/04/2018

Netflix versus PT

Por Ivar Hartmann



Estava no horizonte que o PT ia brigar com a NETFLIX por causa da série O MECANISMO, em oito capítulos e recém-iniciada. Com audiência ímpar, O MECANISMO pretende, livremente, basear-se em um fato real, a Operação Lava Jato. Para criar uma história de homens e mulheres que vivem, convivem e trabalham no Brasil durante um escândalo nacional pela descoberta de uma megaoperação de corrupção. A mulher que representa Dilma está exagerada, mas o ator que interpreta Lula é muito bom. Acontece que se a NETFLIX informa de logo que ela versa sobre um dos maiores escândalos políticos do Brasil envolvendo estatais e empreiteiras. Para concluir: baseado em fatos reais. Ora, o termo baseado significa que tem verdades e acréscimos. Ou, verdades e mentiras. O problema é principal para o PT e seu colega de corrupção o PMDB, mas avança sobre o PSDB e o Aécio. E é muito bom porque nós brasileiros esquecemos muito fácil das coisas. Então como a série começa quando ninguém sabia de nada e todos eram anjos, retorna a nossa memória o que tínhamos já esquecido. Os principais envolvidos só poderiam ser o de nossos governantes ou ex: Temer, Lula e Dilma. Lula processa a NETFLIX. Propaganda internacional para a série!

A Dilma não deve ter gostado da interpretação da atriz que a faz uma mulher burra, estúpida e cuidando mais do figurino que do trabalho. Justiça seja feita, todos sabemos que ela não é assim. Querendo ou não, a série é contra o PT, porque seu chefe foi o chefe maior do esquema de corrupção das empreiteiras. Nunca os empresários do Brasil ganharam tão fácil como com o partido dito dos trabalhadores. E o PT ajuda a fazer propaganda da série. Só nos livros do Kafka encontraríamos algo parecido. Quem deve estar vibrando com a série é o Bolsonaro, segundo nas pesquisas de intenção de voto para presidente. Como Lula tem 60% de repúdio, ou seja, 60% dos eleitores não votam nele de nenhuma maneira, é cavalo, desculpem, é bandido de tiro curto. Agora, com a caravana do PT, Bolsonaro é lembrado, falado, elogiado por pessoas que antes nem sabiam que ele existia. Voltas que o mundo dá. E o capitão de repente se torna um sério candidato á Presidência, face as risíveis candidaturas do gordinho presidente da Câmara dos Deputados ou do marido da Marcela Temer. Um capitão presidente do Brasil na falta absoluta de homens. Que deserto de gente, Santo Deus!

ivar4hartmann@gmail.com  

Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul