Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 18/07/2018

Notas e Apartes nº 1.260

Publicada no jornal Gazeta Regional de 18-7-18

De Moscou, Rússia

  São Petersburgo – Situada ao longo do Rio Neva, no Golfo da Finlândia, junto ao Mar Báltico, São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia, foi fundada pelo czar Pedro, o Grande, em 27 de maio de 1703. São Petersburgo sediou a capital do Império Russo em dois períodos. Teve seu nome alterado para Petrogrado, em 1914, e em 1924, passou a ser denominada de Leningrado, em homenagem a Lênin, apenas 5 dias após sua morte. Importante porto russo no Mar Báltico, a cidade também é descrita como capital cultural do país.

Semifinal – Quando comprei o ingresso para ver um dos jogos da semifinal da Copa do Mundo, apostei que o Brasil ficaria em primeiro lugar na sua chave. O que se confirmou. Só que não passou da fase de quartas de finais, como o leitor lembra. Assim, meu bilhete para a semifinal não teve o Brasil como um dos contendores. Acabei pagando caro para ver a derrota da Bélgica para a agora bicampeã França, na noite de 10 de julho, na nova e bela Arena São Petersburgo. Permaneci na cidade de segunda a sexta-feira da última semana, voltando a Moscou no sábado.

Segunda Guerra – Então ainda sob a denominação de Leningrado, a cidade viveu dias de terror durante a Segunda Guerra Mundial. Hitler estava disposto a abalar de forma definitiva o moral das tropas soviéticas cercando a cidade entre novembro de 1941 e janeiro de 1944, por 872 dias. É estimado em um milhão de civis o número de vítimas em decorrência desse cerco pelas tropas invasoras. A maioria morreu em decorrência de frio, fome e doenças. Leningrado recebeu o título de cidade heroica em 1945, em reconhecimento a resistência diante das tropas inimigas invasoras.

  Metrô – A exemplo de Moscou, o metrô de São Petersburgo também possui belas estações com muito mármore e bronze. As primeiras estações começaram a funcionar em 1955. Entre outras, conheci a estação Admiralteyskaya, a segunda mais profunda do mundo com 86 metros abaixo do solo. Para atingir as plataformas de embarque no trem, é preciso percorrer duas escadas rolantes, uma delas com 130 metros de comprimento. A linha 5, onde se situa a estação, começou a operar em 1997. Mas a Admiralteyskaya somente iniciou seu funcionamento em 2011. Já a estação mais profunda do mundo fica em Kiev, capital da Ucrânia. Conhecida como Arsenalna, tem 105,5 metros.

Trigo – As lavouras que mais encontrei nas regiões da Rússia onde transitei de ônibus e de trem foram de trigo, que está na fase de enchimento do grão. Ao longo de centenas de quilômetros às margens das rodovias e ferrovias, vi somente uma fazenda de criação de gado.

Carro – Ainda no ano passado, quando planejei a viagem à Rússia, pesquisei preços de aluguel de carros. Encontrei opções a valores acessíveis, de até R$ 4.900,00 para um período de 63 dias. Em março deste ano, ao ver novamente o assunto, vi que os valores haviam inflacionado muito. Durante a Copa do Mundo, as locadoras cobraram em torno de 12 a 13 mil reais de aluguel para um mês. Os preços retornaram ao normal ontem (13). Com a vinda da minha esposa, Luciana, no domingo, aluguei um Polo 2018, câmbio automático, com apenas 4 mil km, por R$ 2.600,00 para 27 dias.

  Catar – Para muitos torcedores, eu entre eles, já começou o planejamento para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Como no Oriente Médio é muito quente nos meses de junho e julho, pela primeira vez a Copa será realizada fora desse período. Os jogos ocorrem de 21 de novembro a 18 de dezembro. Sem tradição no futebol, o Catar foi escolhido como sede porque é um país rico devido ao petróleo. A cidade que sediará a final está sendo construída perto de Doha, a capital do país.

    Donato Heinen

 
Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul