Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 01/08/2018

Notas e Apartes nº 1.262

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 1º de agosto de 2018

De Riga, Letônia

Florestas – Como referi na coluna anterior, o cultivo de florestas é uma das atividades econômicas no extremo Oeste da Rússia. Se estende por toda área na fronteira com a Noruega e a Finlândia, até a cidade de São Petersburgo, por cerca de 1.500 km, com pequenos intervalos, em planícies intermináveis.

  Trigo – Afora isso, predominam as lavouras de trigo, entre São Petersburgo e a fronteira com a Estônia. Assim como na Estônia e Letônia. Tem trigo ainda verde e também lavouras em fase de colheita.

  Peterhof – São Petersburgo é uma cidade com muitas belezas e atrações turísticas, localizadas em sua maioria no centro. É uma das cidades mais visitadas da Rússia. O Palácio de Peterhof fica a mais de 40 km da área central. É uma série de palácios e jardins dos tempos de Pedro, O Grande. O conjunto é reconhecido como Patrimônio Mundial da UNESCO. Árvores, fontes, espelhos d’água a chafarizes dominam o ambiente. Peterhof recebe milhares de turistas todos os dias. As fontes predominantes são as de Adão e Eva, que ocupam posições simétricas. Visitamos os jardins inferiores de Peterhof no sábado.

  Palácio de Catarina – Em Tsarskove Selo, ao sul de São Petersburgo, a cerca de 30 km do centro da cidade, fica o Palácio de Catarina. É outra atração turística muito visitada todos os dias por pessoas de vários continentes. Serviu de residência de verão aos czares. Teve origem em 1717, por ordem de Catarina I, que queria um local para seu prazer no curto verão russo. Foi ampliado em 1743, por determinação da imperatriz Isabel. O palácio original foi demolido e em seu lugar edificado um novo com 325 metros de comprimento. Projeto do arquiteto Bartolomeo Rastrelli. Sua execução iniciou em 1756. Visitamos os jardins do palácio também no sábado (28).

Seguro – Para sair da Rússia e ingressar na Estônia foi preciso fazer um seguro internacional para o carro alugado em Moscou. Paguei 25 euros para um período de 15 dias. O seguro é válido em todos os países que já visitamos e ainda pretendemos conhecer até o fim desta viagem. Pela ordem, Estônia, Letônia, Lituânia, Bielorrússia, Ucrânia e Moldávia. Regressamos a Moscou no dia 11 de agosto.

Estradas – O asfalto em algumas estradas russas tem algumas irregularidades. Mas, de modo geral, as rodovias estão em boas condições. Já na Estônia e na Letônia, a qualidade da pavimentação é excelente em todas as rodovias por onde transitamos entre o último sábado e ontem.

Velocidade – Controladores de velocidade estão por toda parte, na Estônia e Letônia. É preciso trafegar com muita atenção, pois em dezenas de locais a velocidade máxima é de apenas 70 km/h, principalmente ao passar por vilarejos e cruzamentos. Afora isso, é permito andar a 90 km/h e, excepcionalmente, a 110.

Motoristas – Aqui em Riga, capital da Letônia, vimos muitas mulheres dirigindo ônibus. Veículos movidos a motor elétrico em sua maioria. Na Rússia e na Estônia, elas também atuam em grande número no transporte coletivo.

  Estônia – O país ocupa área continental e também possui um grande arquipélago no Mar Báltico. Situado na Europa Setentrional, é um dos três países bálticos. Tem Tálin como capital, cujo centro histórico recebe milhares de visitantes diariamente. O país possui forte ligação com a Finlândia. Estivemos lá no final de semana.

    Donato Heinen

 
Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul