Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 11/08/2018

Desarmados e caçados

Por Ivar Hartmann


Assim é que vivemos: desarmados e caçados pelos bandidos. Uma lei, obviamente de autoria do Lula. Um referendo popular mostrou que mais de 65 por cento dos cidadãos votaram contra a proibição de usar arma. Mas o Lula proibiu o porte de armas por civis. A alegação mais usada pela lulolândia é que as armas de particulares poderiam cair nas mãos de criminosos. Hoje se sabe que temos dois tipos de criminosos no Brasil. Os ladrões que andam armados e nos atacam nas esquinas e os ladrões que andam desarmados e nos atacam em Brasília e onde mais tiver concorrência de obra pública. Portanto, a proibição não é em defesa do povo. Ditaduras e preparadores de ditaduras é que são contra o uso de armas pela população. Saber que há armas em mãos de cidadãos livres, sem saber onde, é um fantasma para os Maduros e Castros da vida. Veja-se Caracas: as milícias civis armadas de Maduro não têm oponentes porque o povo não tem armas. No nosso dia a dia, o importante mesmo são os bandidos. Hoje, eles andam livremente e assaltam livremente, matando e roubando porque Lula proibiu o uso de armas pela população. Por quê? Afora o objetivo político já visto, há outros.

Por exemplo. No Rio Grande do Sul, quando os desocupados do MST iam invadir uma fazenda, os fazendeiros, com seu sistema particular de vigilância, sabiam de antemão seu destino. Prontamente os proprietários da região eram informados e se deslocavam para o ponto de invasão antes dos empregados do MST. Resultado: a propriedade não era invadida e seguramente, como a lei faculta, os defensores da mesma andavam armados. Então outro objetivo da lei é claro: os invasores saber que seus oponentes não portam armas, enquanto eles estão armados de facões e foices. Foi com um golpe de foice, que um sem terra, subordinado ao MST, matou um policial militar durante uma manifestação, em uma rua de Porto Alegre. Em Santa Maria os ladrões andam livremente furtando postes da iluminação pública. Quem facilitou? O Lula, ao proibir o uso de armas por civis. Acham que alguém iria furtar um poste se os vizinhos estão vendo e têm arma? Ladrão tem tanto medo quanto o cidadão honesto. Aquela advogada que o marido matou. Olhando os vídeos, ela teve duas oportunidades de mandá-lo para o inferno. Se estivesse armada. E, se ela usasse arma, o sujeito não seria tão covarde. É assim que vivemos: indefesos ante as agressões.

ivar4hartmann@gmail.com 

Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul