Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 02/10/2018

Notas e Apartes nº 1.270

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 26-9-18

Redes sociais – Redes sociais como o Facebook, WhatsApp, Instagram, entre outras, são cada vez mais populares no mundo todo. Servem, entre outros fins, para que as pessoas se comuniquem de maneira instantânea e praticamente gratuita.

Campanha eleitoral – Assim como servem para veicular os mais diversos assuntos entre familiares, amigos, clientes e fornecedores, as redes sociais também estão sendo cada vez mais usadas para veicular informações políticas, principalmente durante as campanhas eleitorais.

Enquete – Nesse sentido, na segunda-feira e ontem, promovi uma enquete no Facebook enfocando a campanha eleitoral em andamento no país, para vários cargos em níveis estadual e federal. Segue o teor. A campanha eleitoral deste ano conta com vários instrumentos através dos quais os candidatos divulgam suas candidaturas em níveis estadual e federal, entre eles as redes sociais, que em muitos casos têm alcance maior do que os demais, como a propaganda impressa e a veiculação pelo rádio e a televisão. Diante desse novo cenário, pergunta-se. Na sua opinião, analisando o cenário eleitoral como um todo, entre as duas opções apresentadas a seguir, qual é o instrumento de difusão mais importante para alcançar e convencer o eleitor a sufragar seu voto na eleição de 7 de outubro de 2018? 1. Rádio + televisão; 2. Redes sociais.”

Resultado – A esmagadora maioria dos internautas que se manifestaram escolheu a opção 2 (redes sociais), com 93,75% dos votos. Já a opção 1 (rádio + televisão), foi eleita por somente 6,25% dos participantes da enquete. Agradeço a todos que se manifestaram.

TSE – A propósito, o TSE proibiu qualquer enquete nas redes sociais visando apurar a opinião dos eleitores sobre as eleições deste ano. Sob pena de pesadas multas a quem infringir a proibição.

Pesquisas – A credibilidade das pesquisas eleitorais nunca esteve tão baixa como este ano. É voz corrente que interesses escusos estariam por trás dos números do IBOPE e do DataFolha. Segundo a opinião de muitas pessoas, elas serviriam para induzir o eleitor em favor de determinados candidatos. Ainda mais considerando que as manifestações de rua, de Sul a Norte e de Leste a Oeste do país, contrariam os dados divulgados por esses institutos de pesquisa.

Urnas - Mas nem no dia 7 de outubro se poderá ter certeza de quem está correto em sua avaliação: as pesquisas ou a voz das ruas. Já que é crescente o número de eleitores que não confia na lisura das urnas eletrônicas, pois segundo afirmam vários técnicos em informática elas podem ser programadas para direcionar os votos a alguns candidatos a partir de determinada hora no dia do pleito. É esperar para ver.

Inquérito – A pedido da Polícia Federal, foi prorrogado por 15 dias o inquérito para investigar a tentativa de assassinato praticada contra o candidato do PSL a presidente da República, Jair Bolsonaro, por Adélio Bispo de Oliveira, que foi filiado ao PSOL durante sete anos. Estranhamente, no início desta semana, o delegado que conduz o inquérito deu entrevista na Globo adiantando suas conclusões, embora diversas perícias ainda estejam em andamento. Uma atitude que serviu para levantar suspeitas sobre a lisura das investigações. Ainda mais considerando que o delegado Rodrigo Fernandes chefiou, durante dois anos, a Secretaria de Segurança Pública no governo mineiro de Fernando Pimentel (PT).

Inter – Não estava levando fé na equipe do Internacional no Brasileiro. Até a vitória no GRENAL por 1x0, dia 9. Mas em seguida, veio nova decepção com a derrota por 2x1 frente a Chapecoense. Definitivamente, o Colorado não passa confiança para o seu torcedor. Por isso, acredito que o Palmeiras é o grande favorito para conquistar o campeonato deste ano. 

  Donato Heinen

 
Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul