Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 05/12/2018

Notas e Apartes nº 1.280

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 5-12-18

Armas – Um dos temas debatidos durante a última campanha eleitoral, principalmente pelo agora presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), foi a flexibilização das normas que devem ser cumpridas por quem deseja adquirir e manter sob sua guarda, de forma legal, uma arma de fogo. Com enfoque especial voltado ao homem do campo, muitas vezes morando em lugares afastados de tudo.

Riscos – O simples fato de possuir uma arma em casa não é garantia de segurança e proteção à família e ao patrimônio. Mesmo que seja uma arma potente como uma espingarda calibre 12. Em primeiro lugar, é preciso que o possuidor da arma saiba como manejá-la corretamente em caso de necessidade. Além disso, mesmo tendo o perfeito domínio sobre a arma, para maior eficácia no uso, é preciso que o fator surpresa esteja a favor do cidadão e não do bandido. Caso contrário, de nada adiantará.

Seis a menos – Bandidos fortemente armados assaltaram, simultaneamente, dois bancos na pequena cidade gaúcha de Ibiraiaras, na tarde de segunda-feira. Na troca de tiros com a polícia, o subgerente do Banco do Brasil da cidade acabou morto. Eles fugiram, mas foram perseguidos pelos policiais. Seis deles foram mortos. São seis a menos para aterrorizar a população de bem. Espero que defensores dos “direitos humanos” dos bandidos, como a deputada Maria do Rosário (PT/RS), não venham a criticar a ação policial.

  Netflix – A Netflix está lançando novos títulos de filmes e séries a cada mês. Para quem tem acesso e gosta de séries que versam sobre investigação de crimes, recomendo duas. Elite foi filmada na Espanha. Três jovens de uma escola pública, após serem transferidos para um conceituado colégio, ficam enredados na investigação do assassinato de uma das alunas. Já Riverdale, produzida nos EUA, também gira em torno de crimes misteriosos com envolvimento direto de alunos de um colégio nas investigações. Enquanto tentam lidar com problemas típicos da adolescência, Archie e sua turma se envolvem em um grande mistério.

Lula – Preso em Curitiba desde o dia 7 de abril por ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão pela Justiça Federal, o ex-presidente Lula já impetrou diversos habeas-corpus no Supremo. O mais recente foi a julgamento nessa terça-feira. Os advogados de Lula alegam que o juiz Moro teria agido com parcialidade na condução do processo onde o ex-presidente resultou condenado. O argumento se baseia no fato de Moro ter aceito no mês passado convite de Jair Bolsonaro para ser seu ministro da Justiça. Juridicamente, o HC não tem o mínimo fundamento. Mas como o processo foi distribuído para a Segunda Turma do STF, onde estão ministros como Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, todo cuidado é pouco. Se Moro é acusado de parcialidade, o que dizer de ministros como Dias Toffoli, que antes de ser nomeado era advogado do PT?

  Inter – Em mais um jogo sofrível, desta vez usando time misto, o Inter cedeu o empate em 1x1 aos 47 minutos do segundo tempo frente ao Paraná, no domingo, na última rodada do Brasileiro. A mediocridade do Colorado mais uma vez ficou visível contra um time que já estava rebaixada para a segunda divisão há um mês. O nível geral das equipes este ano foi muito limitado. Tanto que o Inter, mesmo jogando um futebol abaixo da crítica, acabou em terceiro lugar na competição.

Grêmio – Já o Tricolor, mesmo relegando a competição a um segundo plano e jogando muitas vezes com reservas, ficou míseros três pontos atrás do Inter, obtendo o quarto lugar. Nunca foi tão fácil conquistar o título como este ano. O campeão, Palmeiras, também não passa de uma equipe mediana. Se tivesse priorizado o Brasileiro em vez da Libertadores, o campeão deste ano certamente seria o Grêmio.

Donato Heinen

 
Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul