Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasConstinta
Por Donato Heinen. Publicado em 15/05/2019

Notas e Apartes nº 1.303

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 15-5-19


Temer – Embora ainda não tenha sido condenado em primeiro grau, o ex-presidente Michel Temer (MDB) foi preso pela segunda vez na semana passada. Sua defesa ingressou com habeas corpus no STJ. Quando você ler esta coluna, talvez ele já possa estar em liberdade novamente. Já em delação premiada divulgada nessa segunda-feira, o empresário Henrique Constantino, um dos donos da Gol, acusou Temer e outros políticos de receber propina da companhia aérea para facilitar empréstimo via CEF.

Defesa – A defesa do ex-presidente alega que Michel Temer nunca recebeu propina, que não chefiou nenhuma organização criminosa etc. É a mesma argumentação surrada, hipócrita e repugnante também usada pela defesa do presidiário Lula. Aliás, ambos os ex-presidentes em muito se assemelham na prática de ilícitos criminais. Embora tentem negar, os eleitores de Lula e Dilma (PT) são os mesmos que elegeram Temer.

Diferença – Mas a grande diferença entre os ex-presidentes corruptos é que não se vê SEQUER UM ELEITOR fazendo qualquer manifestação pública em defesa de Temer –ainda não condenado pela Justiça, repito. Ao contrário dos eleitores de Lula, condenado em terceira instância em um e, em primeira, em outro processo por corrupção. Lula livre já virou motivo de chacota. Esta é a grande diferença entre os simpatizantes de um e de outro.

Luleco – A Globo não divulgou. Mas além da turma de Temer e Rodrigo Maia, diversos outros políticos também foram denunciados por Constantino pelo recebimento de propina. Entre eles Fernando Pimentel (PT/MG) e Luís Cláudio, filho de Lula, este através de patrocínio à liga de futebol americano, por intermédio do deputado federal Vicente Cândido (PT).

Diárias – O Ministério Público de Contas do RS divulgou relatório de gastos com diárias das Câmaras de Vereadores dos 497 municípios do Estado em 2018. O campeão em gastos é o Legislativo de Bom Jesus, pequeno município situado na região Nordeste do RS, de apenas 11,5 mil habitantes, com R$ 382,1 mil, equivalente a 19% do total de gastos da Câmara.

Santo Cristo – Santo Cristo tem uma das Câmaras de Vereadores mais enxutas do Estado. O montante despendido com diárias foi bastante reduzido. Apenas R$ 2.316,25, equivalente a 0,44% do total de gastos do Legislativo. Já em 32 municípios do Estado, nenhum valor foi pago em diárias.

Região – Vários municípios da região também tiveram despesas em valores aceitáveis. Como Cândido Godói, onde o valor das diárias do Legislativo foi de R$ 4.750,00. Já em outros, o montante foi mais expressivo. Em Alecrim, R$ 13.321,52; Porto Lucena, R$ 14.700,00; Porto Vera Cruz, R$ 17.634,00; Tuparendi, R$ 21.560,00; Porto Mauá, R$ 28.103,12; Campina das Missões, R$ 32.946,37. Já em Porto Xavier, os vereadores gastaram o montante expressivo de R$ 111.625,00.

Indulto – Decisão do Supremo de chancelar o decreto do então presidente Michel Temer, que em 2017 concedeu generoso indulto a um grande contingente de presos, entre eles ladrões que se locupletaram fartamente com dinheiro público, é mais uma demonstração cabal de que, no Brasil, o crime compensa. Corruptos que se apoderaram de milhões de reais de recursos públicos podem ser soltos graças ao indulto natalino depois de cumprir apenas míseros 1/6 da pena. Vergonhoso.

Donato Heinen

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck