Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasConstinta
Por Donato Heinen. Publicado em 02/08/2019

Notas e Apartes nº 1.314

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 31-7-19


  Vocabulário – Alguns detalhes chamam atenção no vocabulário vietnamita, como o grande número de acentos. Encontrei muitas frases com cinco ou seis palavras tendo acentuação em cerca de 80% delas. Além disso, a quase totalidade das palavras tem entre duas e cinco letras apenas.

Poluição – Devido ao enorme número de veículos nas ruas do Vietnã, principalmente de motos, é grande a poluição ambiental. Por isso, é comum encontrar milhares de pessoas usando máscara com o objetivo de filtrar o ar que respiram.

Buzina – O uso exagerado da buzina chega a ser irritante nos países visitados nesta viagem ao Sudeste Asiático. Ela serve como alerta e também para abrir caminho em meio ao trânsito, que muitas vezes beira o caos.

Família real – Na Tailândia, chama atenção o culto à figura do rei. Em todas as cidades e rodovias que percorremos no país, vimos número expressivo de outdoors com a foto do rei Maha Vajiralongkorn. Estimo que em todo país cheguem a mais de cem mil unidades.

Santo Google – Na última semana, recebi de um leitor, cujo nome omito para preservar sua privacidade, mensagem que reproduzo: “Definitivamente, a quantos santo-cristenses interessam essas notícias lá do outro lado do mundo na sua coluna? Quem tiver interesse, e desconfio que será bem pouca gente aí do Grande (nem tanto!) Santa Rosa, vai pesquisar no "santo Google", onde certamente encontrará informações mais completas e detalhadas.”  

  Fonte – Respondi que ele até poderá encontrar no seu "Santo Google" os temas mais variados. E se eles estão lá é porque alguém os publicou de acordo com a própria visão. Mas eu prefiro conhecer e vivenciar pessoalmente o  que este mundo nos oferece. Disse que ele poderá encontrar referências aos mais diversos assuntos, mas jamais saberá o que é viver pessoalmente essa experiência. Prefiro ser a minha própria fonte de informação, investindo o meu dinheiro onde achar melhor.

Preços – O propósito, sobre informações que o Google nos traz. Se o leitor pesquisar verá que no site de busca consta que a Tailândia é um país onde quase tudo é barato. Não é bem assim. Os derivados de leite, por exemplo, são bem caros. Cem gramas de queijo fatiado custam quase 30 reais. A cerveja em lata ou garrafa é bem mais cara que no Brasil. O próprio arroz, produzido em grande escala no país, é vendido entre 15 e 27 reais o pacote de 5 quilos. A maioria das frutas é caríssima. Entre outros itens. Mas tem outros produtos e serviços que são mais baratos que no Brasil, claro.

Dinheiro... – Prossegue o leitor: “Volto a lhe perguntar, se vosmecê aplicasse esse dinheiro gasto nas suas viagens em alguma ação voluntária, não seria bem mais útil e benéfico?”  

  ...dos outros – Como diz o ditado: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Coisa típica de comunista/socialista. Ora, esse cidadão poderia dar o exemplo e aplicar o dinheiro dele em ações voluntárias. Aliás, para exemplificar, enquanto minha esposa e eu pagamos entre R$ 18,00 e R$ 32,00 por pessoa por dia em hotel no exterior, tenho informação que ele gastou no mínimo cinco vezes este valor por dia para hospedagem num conhecido hotel da região.

Donato Heinen

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck