Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasConstinta
Por Donato Heinen. Publicado em 15/08/2019

Notas e Apartes 1.316

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 14-8-19


Google – Retomo o assunto referente à sugestão de um leitor que disse que em vez de viajar e trazer informações aos leitores sobre outros países é melhor pesquisar no "santo Google", onde certamente seriam encontradas informações mais completas e detalhadas. Além disso, ele também sugeriu que eu aplicasse meu dinheiro gasto nas viagens em alguma ação voluntária.      

Dos leitores – Recebo e registro, com meus agradecimentos pela solidariedade. “Mas bah, Donato, arrumou um conterrâneo querendo mandar em seu dinheiro? Continua nos informando sobre suas andanças, é muito bom receber estas informações vivenciadas pessoalmente. Um abraço”. Eloe Theisen, Santa Rosa. 

 + “Donato, parabenizo-te pelas ‘sarrafadas’ que deste nesse senhor. E te digo mais: foste brando, pois ele merece ouvir muito mais. Solidarizo-me contigo, pois o que ele pensa estar fazendo de útil ou bom, te criticando pelo que fazes? Até onde vai o interesse dele? O dinheiro é teu, decidiste fazer o que gostas e estás partilhando conosco estas coisas todas que estás vivenciando no exterior. Mais uma vez, parabéns. Segue em frente e esquece este infeliz, que deve ter um recalque muito grande. Grande abraço”. Bertilo Steffen, Santa Maria.

 + “Donato: leio com imenso prazer seus apartes e apreciações em suas viagens. Acrescer novos conhecimentos faz o acréscimo no ser humano. Por isso te parabenizo pelas informações trazidas, sempre escritas em linguagem escorreita. Abraços”. Ex-juiz do Trabalho Leopoldo Justino Girardi, Santa Rosa.

 Comunismo – No distante ano de 1964, o Brasil esteve prestes a ter o comunismo implantado no país. Os militares tomaram o poder pela força para afastar este perigo do território nacional. Nos livramos de virar uma Cuba – ou uma Venezuela de hoje. Infelizmente, houve derramamento de sangue e ocorreram excessos de ambos os lados, tanto dos guerrilheiros/terroristas quanto dos militares.

 Eleições – Já em 2018, passados 54 anos da tomada do poder pela força, quando estávamos mais uma vez na iminência de termos o comunismo implantado no Brasil, a solução foi menos traumática. O eleitor resolveu a questão através do voto, escolhendo de forma democrática um presidente conservador e contrário a esse regime nefasto, que tanto mal e tantas mortes já causou no mundo.

 Guerrilheiro – Teve grande repercussão a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre a morte do guerrilheiro Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, dizendo que foi justiçado pelos próprios companheiros. Fato desmentido por várias fontes. Santa Cruz era integrante da Ação Popular, um dos grupos mais sanguinários de guerrilheiros que pretendiam tomar o poder pela força, nas décadas de 1960 e 70.

 Justiçamento – A fala do presidente, embora tosca, serviu para reavivar um assunto que a esquerda sempre tentou esconder: o justiçamento de companheiros que eram considerados traidores da causa comunista. O ex-guerrilheiro Carlos Eduardo Paz, que era comandante da Ação Libertadora Nacional, revelou em entrevista os nomes de vários comunistas mortos pelos próprios companheiros. Além disso, embora os guerrilheiros alegassem que lutavam pela democracia, na verdade pretendiam implantar no Brasil a DITADURA DO PROLETARIADO, com a ajuda direta dos comunistas de Cuba.

 Donato Heinen 

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck