Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 26/08/2019

Desagravo ao padre Fábio de Melo

Por Ivar Hartmann


O padre Fábio de Melo, em sua conta no Twitter, quando soube que um matador da própria filha tinha sido autorizado a sair do presídio no Dia dos Pais, publicou: “Não entendo de leis, mas a saidinha deveria ser permitida somente no Dia dos Finados – para que visitassem os túmulos dos que eles mataram.” Alguém tem reparos? Cometeu alguma ofensa? Disse algo que não é o pensar dos brasileiros honestos e trabalhadores que já tiveram amigos ou parentes mortos por bandidos? Esqueceu no entanto dos seus leitores ignorantes, sem cultura, educação e respeito, incapazes de uma discussão de nível.  Dois deles se manifestaram tachando o comentário, de forma estúpida e descabida de “m...”. Segundo a Wikipédia, o Padre Fábio de Melo é um  sacerdote católicoartistaescritorprofessor universitário e apresentador. Formado em Teologia pela PUC-RJ e em Filosofia em Brusque, Santa Catarina. Fez pós-graduação em educação no Rio de Janeiro e mestrado em Belo Horizonte, na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia. Com 6 livros publicados e 11 CDs gravados. Juntos, venderam mais de 1,8 milhão de unidades. Apresenta o programa Direção Espiritual, transmitido pela TV Canção Nova. É um intelectual brasileiro muito acima da média pátria.

Com larga folha de serviços prestados, não aos católicos. Ao Brasil, por seu trabalho e sacerdócio. Agora, vem o pior. O padre Fábio, em face destes comentários abjetos, resolveu deixar de usar o Twitter. Perdem seus seguidores pela maneira grotesca com que foi tratado. Quanto ao pai-assassino que saiu da cadeia, aquele do comentário do Fábio, a Justiça prendeu-o de novo: Escreveu o juiz:  “Tratando-se de delito hediondo, verdadeiramente nefasto, com penas altas a descontar, toda prudência será necessária para colocar-se o cidadão de volta ao convívio social... O regresso ao seio social deve ser feito com toda a prudência possível". Onde, agora, o comentário de “m...”? O padre Fábio estava certo.  

ivar4hartmann@gmail.com 

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck