Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasConstinta
Por Grande Santa Rosa Notícias. Publicado em 14/09/2019

Antônio Netto: um homem

Por Ivar Hartmann


Nestas semanas de comemoração da Revolução Farroupilha, e da República Rio-Grandense, na capital gaúcha se forma um acampamentos com mais de 300 piquetes. Nosso hino, por culpa do MTG, não se ouve mais nos estádios de futebol. É importante lembrar para nossas crianças que o Brasil e o Rio Grande não foram isso de hoje. E para nossos jovens, que existe outro caminho, não o trilhado pelos políticos atuais. Até a pouco, os brasileiros dividiam-se em homens e mulheres. Depois mudou para a pluralidade atual. Naquele tempo, quando uma mulher, pela sua força em lutar por seus ideais, erguia-se sobre suas patrícias, dizia-se que era uma mulher de raça, de coragem. Exemplo da Anita Garibaldi. Quando um homem, pelas suas qualidades, ia além do que lhe exigiam a dignidade, a coragem e a honra, mostrando patriotismo e nacionalismo, dizia-se entre os brasileiros: este é um Homem. Com letra H maiúscula. O general Bento Gonçalves, presidente farroupilha, era um Homem.  Leonel Brizola era um Homem.

Fui diretor de um colégio em Iraí-RS, e dei o nome de General Antônio da Souza Netto ao educanário. Porque, professor de História do Brasil, vi que no panteão da pátria, poucos heróis nacionais se equivalem a ele. Um Homem. Na vida privada: galante; na social: desprendido; na comercial: vitorioso; na militar: competente; na pública: patriota inexcedível. Rápida biografia de quem foi general farroupilha, proclamou a República de Piratini e emprestou dinheiro a amigos, como Bento, depois da Guerra dos Farrapos, para reiniciarem a vida. Mudou-se para o Uruguai e, a pedido do Império, ajudou o Brasil nas guerras contra Rosas e Solano Lopes. Sem ganhar um centavo e pagando seus soldados do próprio bolso. Levava para as batalhas, lutando onde maior era o perigo, a bandeira da República Rio-Grandense, tremulando ao lado da bandeira do Império do Brasil. Morreu pelo Rio Grande e pelo Brasil, hoje nossa infeliz terra dos “vivos”.

ivar4hartmann@gmail.com  

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck