Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth MadeirasConstinta
Por Donato Heinen. Publicado em 17/09/2019

Notas e Apartes nº 1.221

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 18-9-19


Vocabulário – Fico impressionado como tem cada vez mais pessoas com enormes dificuldades quanto ao correto uso do vernáculo pátrio. Acompanho diariamente a programação da RBS TV, onde são veiculadas mensagens enviadas por telespectadores via celular. É impressionante como a maioria das pessoas escreve mal. A pontuação, então, é um caos.

Redes sociais – De um modo geral, essa deficiência é visível nas manifestações feitas em redes sociais. São pessoas de todos os níveis sociais e de ensino que, em expressivo número, escrevem muito mal. Mesmo os próprios estudantes. Dona Guisella, minha mãe, agricultora em Rolador Alto, interior de Santo Cristo, do alto de seus 91 anos, mesmo tendo apenas o ensino primário, escreve melhor do que muito estudante por aí. Seja em qualquer bilhete, caderno ou mesmo no WhatsApp. Parabéns, dona Guisella, orgulho de seus filhos, genros, noras, netos e bisnetos.

Ética – A falta de ética de alguns veículos de imprensa parece não ter limites. O repórter João Paulo Saconi, da revista Época, da Rede Globo, fingiu ser gay ao fazer cinco sessões de terapia com a psicóloga e psicoterapeuta Heloísa Bolsonaro, mulher do deputado federal Eduardo Bolsonaro. Saconi usou desse subterfúgio para tentar obter alguma informação comprometedora e atingir indiretamente o governo federal. Mas a psicóloga foi muito ética e o tiro saiu pela culatra. Assim, mais uma vez fica comprovado que grande parte da mídia procura de todas as formas não divulgar os resultados positivos do governo e denegrir a administração federal e seus integrantes.

Inteligência – Antes de força, o combate ao crime exige que o chamado Setor de Inteligência das forças de segurança seja dotado das condições necessárias para fazer um trabalho preventivo. Assim, o poder público se antecipa ao crime e previne a sociedade das drásticas consequências dos malfeitos.

Câmeras – Nesse sentido, é fundamental o chamado cercamento eletrônico. Esta semana, o governo do RS assinou acordo para instalação de 500 novas câmeras de videomonitoramento em 36 cidades gaúchas. O objetivo principal é o combate ao furto e roubo de veículos. Através desses equipamentos, será possível identificar qualquer veículo em situação irregular que transitar nesses municípios. Nos primeiros oito meses deste ano, já foi registrada uma queda de 31% nesse tipo de crime. A redução deve chegar a 40%, após a implantação dos novos equipamentos, segundo estimativa das autoridades.

Processo – Quando compareceu de forma espontânea à Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos sobre mensagens de celular divulgadas criminosamente pelo norte-americano Glenn Greenwald, Sérgio Moro foi ofendido em sua honra pelo deputado Glauber Braga (PSOL/RJ), que o chamou de “juiz ladrão”. Baseado em representação do PSL, o Conselho de Ética da Câmara deve instaurar processo nesta quarta-feira. “O representado escolheu fugir do debate, quebrando suas regras e invadindo o domínio da pura violência moral”, diz trecho da representação.

Inter – Depois de 27 anos, o Inter pode conquistar novamente a Copa do Brasil, jogando no Beira-Rio, esta noite. Vai ser um jogo muito difícil pra reverter a derrota por 1x0 frente ao Athletico PR. Infelizmente, ainda não temos uma equipe confiável. Embora eliminado pelo mesmo Athletico, acredito que o time do Grêmio inspira mais confiança em sua torcida. Principalmente pelas duas últimas vitórias no Brasileiro.

Donato Heinen

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações Birck