Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 25/09/2019

Notas e Apartes nº 1.322

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 25-9-19


Meio ambiente – Não restam dúvidas que devemos nos preocupar com a preservação do meio ambiente. Mas o que vemos no Brasil e em nível mundial muitas vezes beira o ridículo. O tom alarmista, usado principalmente por lideranças políticas defensoras do socialismo e do comunismo, beira o absurdo.

Crianças – Convocadas por adultos, dezenas de milhares de crianças mundo afora foram às ruas na última semana exibindo cartazes onde se alardeava que o mundo está em perigo de extinção nos próximos anos. Um evidente exagero. Não é justo se aproveitar da inocência das crianças e destruir sua infância. Cabe aos adultos proteger a inocência e não se aproveitar da ingenuidade das crianças com movimentos políticos que aterrorizam inocentes com suas falácias. 

Ativistas – As escolas são os locais preferidos dos ativistas ambientais para difundirem seu discurso. A mente da criança sofre verdadeiras lavagens cerebrais, violentando sua inocência. A sexualização precoce, a ideologia de gênero e outros temas nefastos são incutidos pelos ativistas nas mentes de crianças e jovens, deturpando sua formação.

Estudante – Greta Thunberg, estudante sueca de 16 anos, cruzou o Atlântico em agosto num veleiro para participar da cúpula da ONU que ocorre esta semana. Greta se recusou a viajar de avião porque este meio de transporte polui muito, segundo ela. O veleiro usado pela estudante produz sua própria energia. A ingenuidade de Greta dá pena. Sim, porque na prática o que ela defende e prega é inviável e insustentável. Como os milhões de pessoas que viajam longas distâncias todos os dias se deslocariam em meios de transporte que não poluem? Como ela acha que o mundo real funcionaria? Nem ela e nem os demais defensores dessa utopia sequer teriam o que vestir e comer.

Molion – O professor Luiz Carlos Molion, da Universidade Federal de Alagoas, é uma das maiores autoridades climáticas do Brasil. Ele defende a tese de que “o efeito estufa jamais foi comprovado, nem sequer é mencionado nos textos de física. Ao contrário, há mais de cem anos o físico Robert W. Wood demonstrou que seu conceito é falso. É obvio que o CO2 não controla o clima global. Reduzir as emissões não terá impacto no clima. Reduzir emissões significa reduzir a geração de energia e condenar países subdesenvolvidos à pobreza eterna, aumentando as desigualdades sociais no planeta”, argumenta o renomado professor.

ONU – Ao falar na abertura da assembléia-geral da ONU, ontem, Jair Bolsonaro abordou diversos temas. Destaco algumas frases do presidente. Mentiras: “Valendo-se dessas falácias, um ou outro país, em vez de ajudar, embarcou nas mentiras da mídia e se portou de forma desrespeitosa, com espírito colonialista. Questionaram aquilo que nos é mais sagrado: a nossa soberania!” Sobre Macron, presidente da França, frisou: “Um deles, por ocasião do encontro do G7, ousou sugerir aplicar sanções ao Brasil, sem sequer nos ouvir”. Indígenas: “Alguns desses líderes são usados como peça de manobra por governos estrangeiros para avançar seus interesses na Amazônia.”

Inter – Escrevi na semana passada: “Vai ser um jogo muito difícil pra reverter a derrota por 1x0 frente ao Athletico PR. Infelizmente, ainda não temos uma equipe confiável”. Não deu outra. O Inter sequer conseguiu levar o segundo jogo para os pênaltis. Pior, sofreu nova derrota em pleno Beira-Rio. Já o Grêmio continua dando espetáculo. Tem tudo para disputar as primeiras posições no Brasileiro.

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck