Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 16/10/2019

Notas e Apartes nº 1.325

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional

Excomunhão – No distante ano de 1949, em 1º de julho, durante o pontificado do papa Pio XII, foi publicado pelo Santo Ofício o documento que ficou conhecido popularmente como decreto contra o comunismo. O decreto previa a excomunhão automática de todos os católicos que aderissem ao ateísmo e ao materialismo associado ao comunismo e às doutrinas MARXISTAS. Além deste documento, outros decretos condenando o comunismo foram publicados pelo Santo Ofício nas décadas de 1940 e 1950. 

Papa – Ao contrário de Pio XII, o papa Francisco defende abertamente as doutrinas marxistas. Sempre é bom lembrar aos desavisados que o comunismo é o que de mais execrável e nefasto existe na face da terra em termos de ideologia política. Em nome de uma utopia de suposta igualdade, as castas dominantes se locupletam, enquanto aos demais resta a divisão da miséria. Hoje, o papa condena ações de governos democraticamente eleitos e não diz uma só palavra contra as atrocidades e afrontas aos direitos humanos em regimes comunistas como os da Venezuela, Cuba e outros.

 Altar – Em latim, significa plataforma elevada. É um lugar elevado ou pedra consagrada. Insatisfeitos com o arcebispo da cidade, um grupo de católicos de Londrina (PR), integrantes do Movimento Brasil Católico, criou uma campanha e instalou outdoors onde consta a frase “TIREM O PT DO ALTAR”. “Igreja não é palanque nem lugar para discussão de ideologias”, disse o aposentado José Ronchi, um dos insatisfeitos. Não é por acaso que o número de fiéis diminui cada vez mais na Igreja Católica.

 Sínodo - O documento-base do Sínodo Amazônico teve muitas reações críticas devido à anomalia de sua implantação. Ele também é condenado pelo cardeal alemão Walter Brandmüller, de 90 anos, historiador da Igreja. “Devemos nos perguntar quais são os conceitos de religião, de cristianismo e de Igreja que são a base do documento. (...) A partir deste sínodo de bispos, realiza-se uma intromissão agressiva em assuntos puramente mundanos do Estado e da sociedade do Brasil. Há que se perguntar: o que a ecologia, a economia e a política têm a ver com o mandato e a missão da Igreja? (...) Isso constituiria uma invasão e uma presunção clerical, que as autoridades estatais teriam todos os motivos para repelir”, disse o cardeal alemão.

 Segunda instância – Em julgamento de 2016, o STF decidiu que um condenado em duas instâncias deve cumprir prisão. Amanhã, a decisão pode ser no sentido oposto. O Supremo vai apreciar novamente a questão, em ações propostas pela OAB, PCdoB e Patriota, e tende a mudar o entendimento em vigor. O que seria um absurdo total, algo inaceitável para as pessoas de bem, já que nas instâncias superiores não se analisa mais o mérito da questão. Apenas é apreciada a legalidade da tramitação do processo. Cálculos de especialistas da área indicam que 169.500 encarcerados podem ser beneficiados e soltos. Lula entre eles. Se isso ocorrer, será uma clara indicação que no Brasil, definitivamente, o CRIME COMPENSA!!!

 Nobel da Paz – O Prêmio Nobel da Paz deste ano foi concedido a Abiy Ahmed, primeiro-ministro da Etiópia. Ele recebeu a honraria por ter colocado em prática um acordo de paz buscando a reconciliação e a justiça social entre seu país e a Eritréia, que faz divisa com a Etiópia. E pensar que a esquerda brasileira e de outros países almejava que o título fosse concedido ao presidiário de Curitiba, acusado de ser o maior corrupto que o Brasil já conheceu. Seria uma desmoralização para o Comitê Nobel Norueguês, que anualmente concede o prêmio. 

Donato Heinen

Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck