Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 11/12/2019

Notas e Apartes nº 1.333

Coluna publicada no jornal Gazeta Regional de 11-12-19


Eleições – Em 2020, teremos eleições municipais. Em vários municípios da região, as pré-candidaturas estão se definindo. Em Santo Cristo, é pública e notória a expressiva aprovação da administração do prefeito Adair Philippsen. A excelência em gestão fiscal, apurada pela FIRJAN, deixa Santo Cristo na primeira colocação na região com o índice de 0,8663. No ranking do Estado, ocupa o 11º lugar. E, no total dos 5.570 municípios brasileiros avaliados, está na 82ª posição. Muitos eleitores querem que Philippsen concorra a um novo mandato. Sondagens informais feitas junto a eleitores indicam que, se a eleição fosse hoje, o atual prefeito teria em torno de 58% a 63% dos votos ante qualquer um de seus possíveis adversários. Sem computar os indecisos.

  Emprego – Como se sabe, muitas pessoas estão à procura de emprego formal com carteira assinada. Milhões de brasileiros estão desempregados. Outros tantos realizam trabalhos informais, devido à política desastrosa dos governos federais nas últimas décadas. No final do ano, surgem dezenas de milhares de oportunidades de empregos temporários. Muitos dos contratados acabam sendo efetivados depois.

Inacreditável – Pois bem. Esta semana, a RBS TV veiculou reportagem sobre o assunto. Por incrível que pareça, muitos selecionados para um emprego temporário acabam não comparecendo para assumir. Diante disso, o órgão que intermediou a seleção procurou saber as razões. As desculpas foram as mais diversas. Pasme, leitor! A maioria que abriu mão do trabalho disse que preferia aguardar mais um pouco, pois agora iniciam os festejos de Natal e final de ano e o período de férias e praia. “Se em março ainda tiver a vaga aberta, me procure”, disse um deles. Como esperar que um país cresça, gere emprego e renda, com pessoas com essa mentalidade? A continuar assim, temos nosso subdesenvolvimento garantido pelos próximos 50 anos.

Inter – Nos últimos seis jogos pelo Brasileiro, de 18 pontos possíveis, o Inter obteve apenas 8. Deixou a desejar muito, principalmente no Beira-Rio. Um time lento, que muitas vezes recua a bola até do meio de campo para o goleiro, sem competência nas finalizações. Atletas praticam erros primários, elementares, que nem jogadores de várzea cometem. Coisa de mirim. Apesar dos pesares, o Colorado classificou para a pré-Libertadores, embora não tenha merecido. Será mero coadjuvante. A não ser que reformule a equipe em muitas posições. E, principalmente, que mude a maneira de jogar.

Grêmio – Já o Tricolor, que estava 5 pontos atrás do Inter há dois meses, ficou 8 à frente do Colorado, após o final do Brasileiro. Se não estivesse na Libertadores e não tivesse perdido tantos pontos nas primeiras rodadas, o Grêmio certamente teria disputado o título com o Flamengo.

PIB – O crescimento do PIB em 0,6% no terceiro trimestre de 2019 indica que aos poucos a nossa economia está reagindo positivamente. Ano deve fechar com crescimento de 1,1%. Estamos saindo da pior recessão da história do país, iniciada em 2014, com a administração desastrosa da presidente Dilma.

Fundo eleitoral – Congresso Nacional quer destinar R$ 3,8 bilhões para o Fundo Eleitoral em 2020. É dinheiro oriundo do suor dos pagadores de impostos a ser destinado para financiar campanhas eleitorais. Serve para que políticos, muitos deles corruptos, se perpetuem no poder. E o eleitor assiste a tudo passivamente. Inacreditável! Até quando?

Donato Heinen

 
Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck