Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 16/04/2018 as 11:01:05

Quem é o fato novo e quem fez fiasco na pesquisa Datafolha

Lideranças do PSB veem empurrão que faltava para Joaquim Barbosa. Desempenho de candidatos ligados ao Palácio do Planalto é pífio


Lideranças do PSB ficaram animadas com a pesquisa Datafolha e apostam que era o empurrão que faltava para confirmar Joaquim Barbosa como candidato do partido à presidência da República. Oficialmente, o partido quer uma definição em maio. Dependendo do cenário, ele aparece com 8% ou 10% das intenções de voto, um resultado positivo para quem não está em pré-campanha escancarada.  

Integrantes do PSB já começaram, inclusive, a divulgar nas redes sociais um vídeo de um minuto com um resumo da biografia do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal. Se confirmada a candidatura, Barbosa será o fato novo da eleição, o chamado outsider. Relator do Mensalão, poderá carregar a bandeira do combate à corrupção sem qualquer constrangimento.  


O programa de governo está definido: será o mesmo que Eduardo Campos – morto em uma acidente de avião – apresentava em 2014, com algumas adaptações. O problema de Joaquim Barbosa é o próprio PSB, que continua dividido. A turma do Nordeste prefere defender o ex-presidente Lula que, apesar de estar preso, lidera as preferências. Quando o nome de Lula é retirado da consulta, os brancos e nulos sobem, em especial nesta região. O PT afirma que manterá o nome do ex-presidente como candidato, mas há pressão interna para tentar viabilizar o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

EMPURRÃO

Quem ganha com a saída de Lula da disputa eleitoral é Marina Silva (Rede). Líder da Rede na Câmara, João Derly (RS), conta com esses números para a retomada das negociações de alianças com partidos que possam garantir o aumento de tempo de TV para Marina. A Rede tem apenas três deputados federais, o que não assegura a participação da candidata nos debates.

FIASCO

É pífio o desempenho de candidatos ligados ao governo federal na pesquisa presidencial. Os peemedebistas Michel TemerHenrique Meirelles e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) fazem marola, viajam e falam dos resultados da economia, mas não empolgam.

PRAZO

O ex-deputado Beto Albuquerque não descarta abrir mão de uma candidatura ao Senado para disputar uma vaga a deputado federal. Tudo vai depender das negociações do PSB gaúcho, até 5 de maio, dia da reunião do diretório regional. 


Carolina Bahia/RBS


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul