Magazine RennerMieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Mieth Madeiras
Por Donato Heinen. Publicado em 08/06/2018 as 21:34:47

Apresentado como ‘candidato do Lula’, Haddad salta de 3% para 11%

Relacionado ao ex-presidente, ex-prefeito de São Paulo superaria Ciro Gomes e apareceria como principal candidato da esquerda; Bolsonaro lidera com folga


Imagem de divulgação da campanha de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo pelo PT em 2012 (Youtube/Reprodução)

Nova pesquisa encomendada pela XP Investimentos mensurou o potencial de crescimento de uma eventual candidatura do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) à Presidência da República nas eleições de 2018. Apresentado isoladamente, registra 3% das intenções de voto. No entanto, quando associado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu nome dispara e vai a 11%.

Na liderança isolada, segue o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 21% das intenções de voto. Todos os candidatos, no entanto, perderiam para a taxa de brancos e nulos, que é de 25%. 

Haddad, que administrou a capital paulista entre 2013 e 2016, apareceria nessa simulação empatado numericamente pelo segundo lugar com a ex-ministra Marina Silva (Rede). Se considerada a margem de erro, de 3,2 pontos para mais ou para menos, também entram nesse grupo o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 9%, e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 8%.

Pouco atrás desse pelotão, aparece o senador Álvaro Dias (Podemos), com 6%. No escalão de baixo, o ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) e a deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB), com 2%. O líder dos sem-teto Guilherme Boulos (PSOL) e o empresário João Amoêdo (Novo). fecham a relação, com 1% cada.

A pesquisa ouviu, por telefone, 1.000 entrevistados em todo o Brasil entre segunda e quarta-feira desta semana, em um levantamento realizado pelo instituto Ipespe, a pedido da XP. A margem de erro é de 3,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O índice de confiança, de 95,45%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação BR-05997/2018.

Apesar de se declarar pré-candidato à Presidência, o ex-presidente Lula é considerado inelegível pelo atual entendimento da Justiça Eleitoral a respeito da Lei da Ficha Limpa, que proíbe candidaturas de políticos condenados em segunda instância. Em janeiro, Lula foi sentenciado a doze anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no processo do apartamento tríplex do Guarujá (SP). Desde 7 de abril, ele se encontra preso cumprindo pena na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

Cenários

Pesquisa espontânea (sem a apresentação de uma lista de candidatos)

Jair Bolsonaro (PSL) – 14%

Lula (PT) – 14%

Ciro Gomes (PDT) – 2%

Álvaro Dias (Podemos) – 2%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 2%

Marina Silva (Rede) – 1%

Outros – 2%

Não sabe/não respondeu – 37%

Nulo/branco/nenhum – 25%

Pesquisa estimulada – com Fernando Haddad (PT)

Jair Bolsonaro (PSL) – 22%

Marina Silva (Rede) – 13%

Ciro Gomes (PDT) – 11%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 8%

Álvaro Dias (Podemos) – 6%

Fernando Haddad (PT) – 3%

Henrique Meirelles (MDB) – 2%

Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%

Guilherme Boulos (PSOL) – 1%

Flávio Rocha (PRB) – menos de 1%

Não sabe/não respondeu – 3%

Nulo/branco/nenhum – 27%

Pesquisa estimulada – com “Fernando Haddad (PT), apoiado pelo Lula”

Jair Bolsonaro (PSL) – 21%

Fernando Haddad (PT), apoiado pelo Lula – 11%

Marina Silva (Rede) – 11%

Ciro Gomes (PDT) – 9%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 8%

Álvaro Dias (Podemos) – 6%

Henrique Meirelles (MDB) – 2%

Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%

Guilherme Boulos (PSOL) – 1%

Flávio Rocha (PRB) – 1%

Não sabe/não respondeu – 2%

Nulo/branco/nenhum – 25% 

Pesquisa estimulada – com Lula (PT)

Lula (PT) – 30%

Jair Bolsonaro (PSL) – 20%

Marina Silva (Rede) – 10%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 7%

Ciro Gomes (PDT) – 6%

Álvaro Dias (Podemos) – 5%

Henrique Meirelles (MDB) – 2%

João Amoêdo (Novo) – 2%

Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%

Guilherme Boulos (PSOL) – 1%

Não sabe/não respondeu – 1%

Nulo/branco/nenhum – 15%

Pesquisa estimulada – sem um candidato do PT

Jair Bolsonaro (PSL) – 23%

Marina Silva (Rede) – 13%

Ciro Gomes (PDT) – 11%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 9%

Álvaro Dias (Podemos) – 7%

Manuela D’Ávila (PCdoB) – 2%

Guilherme Boulos (PSOL) – 1%

Henrique Meirelles (MDB) – 1%

Flávio Rocha (PRB) – menos de 1%

Não sabe/não respondeu – 2%

Nulo/branco/nenhum – 30% 

Veja


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Imobiliária Cerro AzulRepresentações BirckRepresentações Birck - 1 Cotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaRepresentações Birck - 1 Representações BirckImobiliária Cerro Azul