Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 16/01/2020 as 17:17:27

Grêmio acerta rescisão de contrato com Diego Tardelli

Saída do atacante abrirá espaço para a contratação de mais um jogador para o setor


Grêmio anunciou na manhã desta quinta-feira o rompimento amigável de contrato com Diego Tardelli | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Um dia após comunicar a dispensa de sete funcionários do departamento de futebol, o Grêmio anunciou via redes sociais um acordo com Diego Tardelli para encerrar o contrato. Com a saída do atacante, o Tricolor deve buscar mais um jogador, conforme promessa do presidente Romildo Bolzan Júnior em entrevista a Rádio Guaíba. Tardelli marcou sete gols em 42 jogos oficiais pelo Grêmio em 2019.  

A conturbada história da passagem de Diego Tardelli pelo Grêmio encerrou de forma amigável após vários capítulos de desencontros, rejeições e cobranças. Depois de um longo período de “namoro”, o atleta de 34 anos foi apresentado no Tricolor no dia 13 de fevereiro de 2019 e, na apresentação, revelou que realizava um sonho de jogar em uma equipe comandada por Renato Portaluppi. Porém, o status de contratação mais cara da gestão Bolzan e de um jogador de inegável qualidade não demorou muito a virar em contestação por parte da imprensa e da torcida.

Quase um mês depois de ser apresentado no Grêmio, Tardelli estreou contra o São José, na Arena, entrando na segunda etapa. O primeiro gol com a camisa do Tricolor foi nas quartas de final do Gauchão, na goleada por 6 a 0 sobre o Juventude no Alfredo Jaconi. Até o primeiro jogo de maio contra o Avaí, pelo Brasileirão, o atacante teve participação intensa, mas perdeu espaço e, posteriormente, admitiu a “insatisfação com o próprio desempenho”, mas negou o desejo de sair do Tricolor.

Na metade de julho, o presidente Romildo Bolzan concedeu entrevista cobrando um posicionamento de Tardelli sobre o desejo de permanecer no Grêmio. “O clube fez tudo que podia ser feito, agora, o atleta precisa dar a resposta, dizer que quer ficar", enfatizou o dirigente.

Após três jogos em junho, o atacante voltou a ser convocado para jogos nas quartas de final da Copa do Brasil contra o Bahia, no dia 17 de julho, porém, não foi utilizado. Dois jogos depois marcou contra o Libertad, pela Libertadores, e voltou a atuar com normalidade, apesar das cobranças de parte da imprensa e da torcida seguirem sobre o jogador.

Em setembro, Diego Tardelli admitiu que uma proposta da China fez com que ele pensasse em deixar o Grêmio. Entretanto, ressaltou que “não queria deixar a oportunidade de atuar no Tricolor passar”. “Valeu a pena ter ficado. Minha família foi fundamental para isso. Deixei para trás todas essas coisas e sigo tranquilo e realizado aqui”, assegurou o atacante.

Com o término da temporada, a possibilidade do jogador deixar o clube, que vinha se aproximando com o passar dos meses, aumentou com a expulsão contra o Athletico-PR, na penúltima rodada do Brasileiro, e a multa que recebeu. A possibilidade ficou clara quando os companheiros participaram de uma festa e cantaram o “fica, Diego”.

Na última semana, em entrevista ao repórter Bruno Ravazzolli, da Rádio Guaíba, o presidente Romildo Bolzan Júnior deixou claro que o clube só poderia contratar outro atleta para o setor se André ou Tardelli deixassem o clube, justamente por conta dos altos valores contratuais. Com o rompimento de vínculo, o Grêmio deve ampliar as buscas no mercado para reforçar o ataque. 

Correio do Povo


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckRepresentações Birck - 1 Filtros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck - 1 Representações Birck