Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Diel & Werlang advogados
Por Donato Heinen. Publicado em 10/09/2022 as 23:40:18

Inter vence o Cuiabá e assume a vice-liderança do Brasileirão

Colorado seca Flamengo e Corinthians, no domingo, para terminar a rodada na segunda colocação


Alemão garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá (Ricardo Duarte / Inter/Divulgação)

Era preciso vencer, e isso foi feito. Contra uma das melhores defesas do Brasileirão, o Inter criou várias chances e converteu uma. O gol de Alemão decidiu uma vitória suada contra o Cuiabá e deixou o time de Mano Menezes na vice-liderança da Série A ao menos até o final deste sábado. O 1 a 0 teve direito a pênalti marcado contra nos acréscimos, e depois revisado e retirado pelo VAR, mas serviu para o Colorado subir a 46 pontos. Agora torce contra Flamengo e Corinthians para permanecer nessa posição ao final de 26 rodadas.

Confira a classificação e os jogos do Brasileirão 

O Inter não teve surpresas na escalação. Alan Patrick foi o escolhido por Mano Menezes para substituir o suspenso De PenaNo restante, sem novidades. Daniel seguiu no gol, a linha de defesa teve Bustos na lateral direita, Mercado e Vitão como dupla de zaga e Renê na esquerda. O meio começou com Gabriel de primeiro volante, Johnny um pouco mais recuado, com Mauricio e Alan Patrick adiantados. Na frente, Wanderson e Alemão.

Confira quais são os artilheiros do Brasileirão 2022 

O Cuiabá não escondeu a proposta que trouxe a Porto Alegre. Desde o início, montou uma linha com cinco defensores e mais quatro à frente deles. Aos sete minutos, o Inter achou um buraco nesse ferrolho ofensivo. Mauricio recebeu de Alan Patrick a um palmo da área e foi derrubado. Por centímetros não foi pênalti. Alan Patrick bateu a falta, mas a bola ficou na barreira. 

Com movimentação de Mauricio e Bustos, o espaço apareceu de novo. O meia achou o lateral na linha de fundo. O cruzamento desviou na zaga e Alan Patrick chegou concluindo meio no susto, de cabeça, para fora.

Aos 12 minutos, o Beira-Rio foi palco de um dos lances mais confusos em uma área. Bustos passou para o meio, onde Alan Patrick apareceu. Ele tentou driblar o goleiro e foi derrubado (com pênalti, segundo o observador de arbitragem Diori Vasconcelos). A bola, ainda assim, sobrou para Alemão, deu para Wanderson, tudo dentro da área. O ponta chutou na trave. A bola voltou para Alemão, que bateu de novo. A bola cruzou pela frente do goleiro e bateu na outra trave, antes que Mauricio completasse. Na sequência, o auxiliar marcou impedimento no passe de Alemão.

A pressão continuava. Aos 21, o Inter trocou passes, envolveu o Cuiabá, especialmente com a tabela de primeira entre Alan Patrick e Mauricio. O camisa 10 entrou na área sozinho, pela esquerda. O chute, porém, não foi com a perna preferencial e João Carlos defendeu. Logo depois, Renê cruzou da esquerda, Alemão subiu sozinho mas cabeceou mal, direto para fora.

Nova jogada por dentro, aos 28. Gabriel para Mauricio, daí para Alemão. A escorada do centroavante foi no tempo certo, para Wanderson. O ponteiro entrou pela esquerda e chutou de canhota, para fora.

Até o intervalo, houve ainda mais duas possibilidades de conclusão, uma com Alemão, outra com Alan Patrick. Mas o Cuiabá segurou as pontas e o 0 a 0.

Mano precisou mexer no time no intervalo. Wanderson sentiu um desconforto muscular e deu lugar a Pedro Henrique. 

O ponta entrou pela esquerda e protagonizou a primeira jogada de perigo da segunda etapa. Ele entortou João Lucas e cruzou. Bustos pegou do outro lado, ajeitou com muito estilo, de calcanhar, e bateu, mas para fora.

Depois deste lance, o Cuiabá novamente foi eficiente para reduzir a velocidade do jogo e tirar os espaços. O Inter insistia no ataque, mas só teve uma conclusão aos 13. Alan Patrick cobrou escanteio, Johnny cabeceou por cima.

Foi a última participação do jovem meia. Ele saiu para dar lugar a Edenilson, que novamente dividiu o estádio entre vaias e aplausos.

Levou 65 minutos para o Cuiabá, enfim, finalizar pela primeira vez. Valdívia, que recém havia entrado, teve espaço para arriscar da entrada da área. O chute saiu à direita de Daniel.

Quando a partida ficou complicada, e o Cuiabá parecia gostar do jogo, o Inter fez o gol. Começou com Pedro Henrique recebendo de Bustos, na ponta direita, e arrancando. Ele cruzou na medida e Alemão, incrivelmente, errou em bola. Mas Mauricio pegou do outro lado. Novamente rolou para dentro. Alemão, mais uma vez, tomou a decisão errada e perdeu tempo para chutar. Ainda assim, foi esperto. Ele devolveu para Bustos e, de novo, para Pedro Henrique. Mais um cruzamento perfeito. Duas vezes ele não erraria. Alemão testou firme e abriu o placar.

As substituições que estavam prontas antes do gol foram mantidas. Saíram Alan Patrick, exausto, e Mauricio, entraram Taison e Estêvão.

Nenhuma das substituições funcionou. O Inter não se achou mais em campo. E aos 46, o Beira-Rio presenciou outra daquelas cenas épicas. Edenilson perdeu a bola para Valdívia, com falta. Na sequência do lance, o camisa 8 cometeu pênalti. Após reclamação e confusão, o árbitro foi ao vídeo revisar o lance. A penalidade foi retirada, gerando uma comemoração quase do tamanho da que teve o gol de Alemão.

A festa seguiu até o final, com mais três pontos, importantíssimos para se manter no topo da tabela do Brasileirão.

Ficha técnica

Inter 1x0 Cuiabá

Brasileirão - 26ª rodada - 10/9/2022

Inter
Daniel; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Johnny (Edenilson, 14'/2ºT), Mauricio (Estêvão, 24'/2ºT), Alan Patrick (Taison, 24'/2ºT) e Wanderson (Pedro Henrique, int.); Alemão (Liziero, 42'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

Cuiabá
João Carlos; Marllon, Joaquim Henrique (Alesson, 30'/2ºT) e Alan Empereur; João Lucas, Marcão (Camilo, 30'/2ºT), Pepê e Sidcley (Kelvin Osorio, 30'/2ºT); André Luís (Valdívia, 16'/2ºT) e Rafael Gava; Deyverson (André, 34'/2ºT). Técnico: Bernardo Franco (auxiliar técnico).

Gols: Alemão, aos 23 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Taison (I); André Luís, Joaquim Henrique, Pepê (C)

Local: Beira-Rio
Público: 30.719 (26.564 pagantes)
Renda: R$ 1.424.511

Arbitragem: Maguielson Lima Barbosa (DF), auxiliado por Alessandro RochaMatos (Fifa-BA) e Leila Naiara Cruz (Fifa-DF). VAR: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC).

Próximo jogo
Brasileirão - 27ª rodada
19/9/2022 - 20h
Atlético-GO x Inter 


GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck