Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Diel & Werlang advogados
Por Donato Heinen. Publicado em 11/09/2022 as 21:11:40

De virada, Grêmio vence o Vasco no retorno de Renato Portaluppi

Bitello e Thaciano marcaram para o Tricolor, que abre vantagem para o time carioca e se mantém a seis pontos do primeiro time fora do G-4


Thaciano começou o jogo no banco, entrou ainda no primeiro tempo e foi destaque da partida (Anselmo Cunha / Agencia RBS)

De virada, o Grêmio venceu o Vasco por 2 a 1 na estreia de Renato Portaluppi no comando da equipe. Do início ao fim do jogo, os mais 50 mil torcedores na Arena receberam exatamente o que o técnico prometeu em seu retorno. O torcedor se viu representado dentro de campo por um time intenso, que não deixou de correr e que mostrou força para reverter a desvantagem no placar com os gols de Bitello e Thaciano. 

Confira a classificação da Série B 

A vitória recuperou a vantagem de seis pontos para o Londrina, quinto colocado, e também abriu cinco de distância para os cariocas no G-4. Ao final da 29ª rodada, o Tricolor soma 50 pontos e ocupa o terceiro lugar da tabela.

A grande surpresa de Renato para o jogo contra o Vasco foi a aposta na manutenção da estrutura que era utilizada por Roger Machado. Edílson, que passou a semana em tratamento para dores no joelho, iniciou a partida. Assim como Campaz, que deixou a vitória sobre o Vila Nova sob vaias, e tinha a possibilidade de perder o lugar para Thaciano entre os titulares.  

A atmosfera de festa tomou conta do estádio. Os mais de 50 mil gremistas que estiveram na Arena aplaudiram todos os nomes anunciados na escalação. Mas ninguém recebeu tanto carinho quanto Renato Portaluppi. A saudação recebida pelo técnico durou quase um minuto. O clima de festa, no entanto, parece ter contaminado o início de jogo do Grêmio. 

O Vasco aproveitou uma desatenção do lado esquerdo gremista e abriu o placar. Edimar cruzou, a defesa afastou mal e Léo Matos acertou um chute sem chances para Brenno: 1 a 0 para os cariocas com apenas três minutos de bola rolando. 

A lista de problemas do Grêmio aumentou minutos depois. Com apenas seis minutos, Campaz teve que deixar o campo após sofrer lesão muscular. O meia sentiu o problema ao dar um pique para buscar um lançamento no lado direito. E a partir da lesão do camisa 7, o jogo virou de vez.

Thaciano entrou em campo, e o Grêmio se lançou ao ataque. O empate nasceu em uma jogada de raça de Edílson. O lateral errou a brigou com Alex Teixeira pela bola e levou o melhor. Quase da linha de fundo, fez o cruzamento para a área do Vasco. A bola foi afastada, mas caiu para Bitello. O jovem arriscou o chute. Mesmo ser conseguir colocar muita força na finalização, contou com a sorte para empatar o jogo aos 10 minutos. A bola desviou na mão de Quintero e surpreendeu Thiago Rodrigues, que ainda escorregou ao tentar ajustar a trajetória  Empate e festa da torcida gremista na Arena. 

O gol recompensou a confiança do torcedor, que manteve o apoio mesmo com a desvantagem nos minutos iniciais. O domínio das ações na partida se converteu em vantagem no placar na sequência. Aos 19 minutos, o Grêmio conseguiu a virada. Após cobrança de falta, Bruno Alves afastou e a bola caiu no pé de Thaciano. Biel foi lançado sem marcação e avançou por quase todo o campo. O atacante devolveu a bola para Thaciano, que acertou finalização sem chances para Thiago Rodrigues. 

Aos 22, Bitello quase ampliou. Mas a finalização de fora da área do volante parou no travessão. O ritmo da partida não diminuía, e os dois times buscavam o gol e se alternavam no comando do jogo. O Vasco criou a oportunidade para empatar, mas parou em Brenno. Com 29 minutos, Nenê aparou de primeira um cruzamento quase da pequena área, mas o goleiro do Grêmio fez uma defesa de puro reflexo e impediu. As chances de gol deixaram de acontecer de forma clara, mas as duas equipes seguiram em alta velocidade. 

No último lance de um primeiro tempo frenético, Nenê acertou a trave esquerda de Brenno em cobrança de falta.

Na volta do intervaldo, cumprindo uma promessa de Renato, o Grêmio mostrou que seguiria com o pé no acelerador. Com uma marcação de muita pressão, o time empilhou oportunidades de finalização.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Thaciano encontrou Biel livre no lado direito. O atacante tinha o ângulo ideal para chutar, mas ternou um cruzamento para Guilherme e perdeu a oportunidade. No minuto seguinte, quase que Diego Souza empatou após cruzamento de Biel. Só faltou força para o centroavante ganhar do escanteio pelo alto. 

O único momento de desconfiança do torcedor aconteceu com a saída de Thaciano, que deu lugar para Lucas Leiva, aos 23 minutos do segundo tempo com dores no tornozelo. Um misto de vaias e aplausos pela troca. Outra mudança de Renato foi a entrada de Thiago Santos no lugar de Bitello, que levou cartão amarelo.

Anderson Conceição exigiu outra grande defesa de Brenno. Aos 26, após cobrança de escanteio, o zagueiro do Vasco finalizou de cabeça após ganhar dos marcadores. Mas o goleiro gremista, novamente, mostrou reflexos em dia e espalmou. Lucas Leiva ficou na reclamação de um pênalti não marcado após brigar pelo espaço com um marcador na área do Vasco, mas o árbitro contou com a revisão do VAR e indicou que a disputa pela bola não foi falta.

Jorginho mexeu para colocar mais atacantes no campo, mas o Grêmio soube neutralizar bem o ataque dos cariocas. Após 90 minutos de muita correria, a nova era Renato Portaluppi começou com uma importante vitória. Um resultado que deixa o Tricolor mais perto do tão desejado acesso. Pelas contas do clube, é necessário somar mais 10 pontos nos 27 em disputa.

FICHA TÉCNICA

Série B – 29ª rodada – 11/9/2022

GRÊMIO (2)
Brenno; Edílson, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Villasanti e Bitello (Thiago Santos, 23'/2ºT); Biel, Campaz (Thaciano, 7/1ºT, depois Lucas Leiva, 23'/2ºT) e Guilherme (Lucas Silva, 42'/2ºT); Diego Souza (Elkeson, 42'/2ºT).
Técnico: Renato Portaluppi

VASCO (1)
Thiago Rodrigues; Léo Matos (Palacios, 42'/2ºT), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri (Juninho, 30'/2ºT), Andrey Santos, Marlon Gomes (Figueiredo, 14'/2ºT); Nenê e Alex Teixeira (Bruno Tubarão, 14'/2ºT); Raniel (Raniel, 30'/2ºT).
Técnico: Jorginho

GOLS: Léo Matos (V) aos 3, Bitello aos 9 (G) e Thaciano (G) aos 19 minutos do 1º tempo.
CARTÕES AMARELOS: Geromel, Bitello e Diogo Barbosa (G); Andrey, Bruno Tubarão e Figueiredo (V).
ARBITRAGEM: Raphael Claus (Fifa), auxiliado por Danilo Ricardo Simon (Fifa) e Alex Ang Ribeiro (trio paulista). VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa-SP).
PÚBLICO: 50.886 (48.860 pagantes).
RENDA: R$ 2.319.558
LOCAL: Arena do Grêmio

Próximo jogo
Série B – 30ª rodada
16/9/2022 – 21h30min
Novorizontino x Grêmio 


GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck