Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Diel & Werlang advogados
Por Donato Heinen. Publicado em 20/09/2022 as 10:47:51

Inter mantém "sonho lá no finalzinho" após vitória sobre o Atlético-GO

Time de Mano Menezes manteve a segunda posição no Brasileirão


Pedro Henrique e Churín, os autores dos gols (HEBER GOMES / AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO)

vitória do Inter por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, que manteve o time na caça ao Palmeiras, a oito pontos de distância e ainda sonhando com o título brasileiro, teve como marcas o show de Pedro Henrique, autor de dois gols, a resistência em uma pressão forte dos adversários e a maturidade do atual vice-líder. O Colorado é o time de melhor campanha no segundo turno, com um ponto a mais do que a equipe palmeirense e do que o América-MG.

Confira a classificação e os jogos do Brasileirão

Mas a ótima atuação do ponteiro que chegou em abril e disputa uma vaga entre os titulares com Wanderson abriu um sorriso em Mano Menezes. O técnico brincou sobre essa escolha que precisa ser feita: 

— Não tenho dor de cabeça nenhuma com jogador bom. Quem entrega e ajuda a resolver é bom para a equipe e para todo mundo. 

O treinador, porém, manteve a convicção de que os dois só podem atuar juntos em circunstâncias especiais. Segundo ele, a equipe encontrou equilíbrio com um deles mais um meia fechando do lado oposto:

— A equipe se ajustou assim e vai ser mantido. Se um funciona melhor do que o outro, podemos mudar isso. Mas o time se encontrou e chegou à segunda posição.

Pedro Henrique também comemorou a boa atuação. Segundo ele, aos 32 anos adquiriu maturidade para entender quando pode ser titular e quando a contribuição é maior quando sair do banco.

— Vou estar pronto sempre. Nos outros times em que fui campeão, sempre teve a força do grupo. Na Grécia, fui para a reserva, entrei no segundo tempo da final e fiz o gol. Tive experiências que me deram oportunidade para encarar essa possibilidade de jogar no Inter. Sempre tive chance de jogar dos dois lados e me adaptei. Me sinto muito bem jogando pelos lados, independentemente de qual for.

Sobre a partida, o treinador reconheceu a dificuldade imposta pelos donos da casa. A pressão, a situação da tabela, o calor de Goiânia e a qualidade do time causaram problemas aos comandados de Mano, que resistiram bem.

— O jogo teve momentos bons para o Inter e para o Atlétco-GO. Quando fizemos o gol, estávamos em dificuldade. o Atlético-GO arriscou bastante e aceitamos o risco. Apostamos na capacidade de definição do jogo na frente. O empate não nos bastava, precisávamos vir aqui e tentar vencer. Pecamos um pouquinho depois do 2 a 0 para decidir. Na parte final, sentimos o jogo. Sofremos com o calor, especialmente quem sai do RS. Pensei em trabalhar mais fechado, segurando a bola. Com a entrada do Marlon, teve mais qualidade de passe, achou bola em diagonal. Então, coloquei De Pena para dar uma ajuda ao Renê. Braian para dar uma ajuda marcando o volante para não dar espaço. E o Moledo para segurar — explicou o treinador.

Por último, Mano falou sobre o momento do time, inclusive sobre a perseguição ao Palmeiras:

— Foi a primeira vez que jogamos como vice-líderes. É uma pressão boa, mas uma pressão. Chegamos aqui, estamos disputando uma vaga pela Libertadores, temos um sonho lá no finalzinho. 

A equipe volta para Porto Alegre e tem nove dias de preparação para o próximo compromisso, diante do Bragantino. A partida será em 28 de setembro, às 21h30min, no Beira-Rio.  


GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck