Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness Academia
Por Donato Heinen. Publicado em 06/06/2024 as 18:38:02

Bebê morre atacada por cão após pais saírem para comprar álcool

Isis da Silva foi deixada no sofá da casa da avó paterna


Isis da Silva morreu após ser mordida por cachorro Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Uma bebê de apenas 5 meses morreu depois de ser atacada por um cachorro vira-lata, após os pais saírem de casa para comprar álcool para um churrasco com a família. O caso aconteceu na última terça-feira (4), em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal.

A versão sobre o ocorrido foi dada em depoimento à Polícia Civil pelos pais da neném, Isis da Silva, que teria sido deixada dormindo no sofá da casa da avó paterna. A criança ainda teria sido resgatada por um tio e levada ao hospital, mas acabou morrendo. 

– Os avós estavam trabalhando, o tio estava no quintal preparando o local e os pais disseram que saíram para comprar álcool para acender a churrasqueira – detalhou a delegada Dilamar de Castro, responsável pelo caso.

O tio da criança relatou ainda que viu quando o irmão, pai de Isis, saiu de casa, mas que não viu a mãe da bebê acompanhá-lo e que, por esse motivo, deduziu que ela estava na casa. O homem também disse que ouviu o choro da criança e foi verificar o que estava acontecendo, momento em que viu a sobrinha no quintal sendo mordida e arrastada pelo cachorro.

A avó de Isis, por sua vez, disse que o cachorro estava com a família há cinco anos e que nunca tinha atacado ninguém anteriormente.

– Nunca tinha acontecido dele fazer nada disso com ninguém. Brincava com todo mundo, era um cachorro que brincava – relatou a mulher.

A delegada informou que o cachorro que matou a bebê de 5 meses não tinha se alimentado no dia do ataque.

– Os policiais relataram que no local não tinha alimento para o cachorro, que estava sem se alimentar, possivelmente, porque os donos da casa estavam trabalhando – disse a policial.

Os pais da bebê foram presos e, segundo a delegada, pagaram um salário mínimo (R$ 1.412) de fiança cada um para serem soltos. Os dois foram autuados por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 

Pleno News


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck