Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness Academia
Por Donato Heinen. Publicado em 09/06/2024 as 12:17:36

Com gol de Endrick no fim, Brasil vence o México no penúltimo amistoso antes da Copa América

Seleção chegou a abrir 2 a 0, levou o empate e conseguiu ganhar graças ao garoto de 17 anos, que marcou aos 50 minutos do segundo tempo


Endrick fez o gol da vitória da Seleção Brasileira, aos 50 minutos do segundo tempo. Omar Vega / Getty Images via AFP

O penúltimo amistoso da Seleção Brasileira antes do início da Copa América não empolgou, mas graças a um gol de Endrick aos 50 minutos do segundo tempo o Brasil venceu o México por 3 a 2, neste sábado (8). Diante de mais de 85 mil pessoas no estádio Kyle Field, em College Station, nos Estados Unidos, o técnico Dorival Júnior fez diversos testes, mas viu uma equipe lenta, que foi salva pela estrela do garoto de apenas 17 anos. Os outros gols do jogo foram de Andreas Pereira e Gabriel Martinelli para o Brasil, e de Quiñones e Martínez para os mexicanos.

Dos velhos conhecidos do público com a camisa da Seleção, apenas o goleiro Alisson e o zagueiro Éder Militão começaram o jogo. Para completar o time, o técnico Dorival Júnior fez diversos testes. Yan Couto na direito, Bremer na zaga e Arana na esquerda completavam a linha defensiva. No meio, Douglas Luiz era o mais recuado, com Éderson e Andreas Pereira alguns passos à frente. No ataque, o trio inicial tinha Savinho, Evanilson e Gabriel Martinelli. 

Logo no primeiro minuto a Seleção Brasileira quase abriu o placar, com lançamento para Martinelli, que não alcançou a bola. Mas o primeiro gol não demorou a sair. Aos 4 minutos, Savinho tocou para Andrea Pereira, que fez linda jogada, deixou dois marcadores no chão e bateu da entrada da área no canto direito do goleiro Julio González para fazer 1 a 0 (assista abaixo).

Com a vantagem no placar, o Brasil passou a tocar mais a bola e administrar a vantagem. Mesmo sem dar espaços à seleção mexicana, os adversários ameaçaram em chute de fora da área do zagueiro Arteaga, que parou em boa defesa de Alisson, aos 20 minutos. 

Depois disso, o primeiro tempo se resumiu a troca de passes e marcação forte de lado a lado. O jogo ficou lento, talvez pelos mais de 30°C em College Station, no Texas, que forçou até mesmo uma parada técnica para os jogadores se reidratarem. Mas nem Brasil, nem México levou perigo até o intervalo. 

Segundo tempo

As duas seleções voltaram para a etapa final sem modificações. Mas o Brasil parecia mais ligado, pressionando a saída de bola do México. Com o fôlego renovado, novamente o gol saiu cedo. Aos 8 minutos, Militão lançou Yan Couto, que avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Gabriel Martinelli ampliar: 2 a 0.

Os treinadores aproveitaram a parada para fazer as primeiras trocas. No Brasil, Dorival mandou a campo Paquetá, Pepê e Endrick nos lugares de Andreas, Martinelli e Evanilson. No México, Lozano substituiu Luis Chávez por Alexis Vega e Carlos Rodríguez por Pineda. E Endrick quase fez o terceiro logo depois de entrar, mas finalizou para fora. Quem entrou e fez sua parte foi Vega, que cruzou na segunda trave para Quiñones descontar para o México, aos 27 minutos.

Imediatamente ao gol sofrido o técnico Dorival Júnior chamou dois titulares importantes: o volante Bruno Guimarães e o atacante Vinicius Júnior. Eles entraram nas vagas de Douglas Luiz e Savinho. E Vini teve boa chance em seguida, aos 30 minutos, mas parou no goleiro Julio González.

O jogo, que já tinha ritmo de treino, ficou ainda mais lento por conta de diversas invasões ao gramado, que paralisavam a partida. Os treinadores aproveitaram para fazer mais trocas. No Brasil, João Gomes foi colocado no lugar de Éderson. 

Aos 47, o México parecia ter jogado um balde de água fria nos brasileiros quando Guillermo Martínez empatou a partida. Mas, aos 50 minutos brilhou a estrela de Endrick, que aproveitou bom cruzamento de Vini Júnior e fez 3 a 2 para o Brasil (assista abaixo).

Agora, a Seleção terá três dias de descanso até o próximo jogo, contra os Estados Unidos, às 20h da próxima quarta-feira (12), no último amistoso antes da Copa América. Depois, a equipe só volta a campo na estreia do torneio, contra a Costa Rica, no dia 24. O Brasil está no Grupo D, que também tem Colômbia e Paraguai.

Amistoso – 8/6/2024

México (2)

Julio González; Reyes, Johan Vásquez e Arteaga; Antuna (Cortizo, 33'/2ºT), Luis Romo, Luis Chávez (Alexis Vega, 15'/2ºT), Carlos Rodríguez (Pineda, 15'/2ºT), Edson Álvez e Quiñones (César Huerta, 43'/2ºT); Santi Giménez (Guillermo Martínez, 43'/2ºT). Técnico: Jaime Lozano

Brasil (3)

Alisson; Yan Couto, Éder Militão, Bremer e Guilherme Arana; Douglas Luiz (Bruno Guimarães, 28'/2ºT), Éderson  (João Gomes, 38'/2ºT) e Andreas Pereira (Lucas Paquetá, 15'/2ºT); Savinho (Vini Jr., 28'/2ºT), Evanilson (Endrick, 15'/2ºT) e Gabriel Martinelli (Pepê, 15'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior

  • GOLS: Andreas Pereira (B), aos 4min do 1º tempo; Gabriel Martinelli (B), aos 8min, Quiñones (M), aos 27min, Guillermo Martínez (M), aos 47min, e Endrick (B), aos 50min do 2º tempo.
  • CARTÕES AMARELOS: Yan Couto e Éder Militão (B).
  • ARBITRAGEM: Lukasz Szpala, auxiliado por Jose da Silva e Meghan Mullen. VAR: Chris Penso (quarteto dos EUA).
  • PÚBLICO: 85.249 pessoas.
  • LOCAL: Kyle Field Stadium, em College Station, no Texas (EUA).

Próximo jogo

Quarta-feira, 12/6, às 20h

Estados Unidos x Brasil

Camping World Stadium, em Orlando, nos EUA – Amistoso 


GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck