Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015
Por Donato Heinen. Publicado em 09/06/2021 as 15:59:49

Barroso afirma que, se Congresso aprovar voto impresso, TSE vai ‘tentar cumprir’

Ministro voltou a dizer que o projeto que tramita na Câmara representa um 'retrocesso'


Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso | Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Em encontro na Câmara dos Deputados para debater mudanças no sistema eleitoral, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, voltou a criticar nesta quarta-feira, 9, a possibilidade de voto impresso auditável, mas disse que, se o Congresso aprovar a proposta, a corte vai tentar cumprir a medida.

“Se o Congresso aprovar voto impresso, o Tribunal Superior Eleitoral, em boa fé, vai tentar cumprir, não há risco de não se cumprir a decisão do Congresso Nacional, eu torço para que ela não venha, mas, se vier, nós cumpriremos”, disse Barroso alegando que o processo de implementação e licitação de novas urnas é complexo. 

O ministro pontuou, no entanto, que, para entrar em vigor, o Supremo Tribunal Federal também terá que validar o voto impresso. Barroso disse que o projeto que tramita na Câmara representa um “retrocesso”. Segundo ele, as principais preocupações são riscos de fraude, judicialização e perigo da quebra do sigilo do voto.

“Essa é uma decisão política e, portanto, se o Congresso Nacional decidir que deve ter voto impresso e o Supremo validar, vai ter voto impresso, mas vai piorar, a vida vai ficar bem pior, aliás, a vida vai ficar parecida com o que era antes, creiam em mim”, afirmou o ministro. 

Revista Oeste


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck