Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Diel & Werlang advogadosBanner Tchê Milk - 14-10-22ESTOFARIA DO MÁRCIO
Por Donato Heinen. Publicado em 29/09/2022 as 13:50:52

Inter empata com Red Bull Bragantino e entrega vice-liderança para o Fluminense

O ponto somado em Porto Alegre deixa o Inter com 50


Inter e Bragantino se enfrentaram no Beira-Rio REPRODUÇÃO/TWITTER @REDBULLBRAGA

O Internacional não acompanhou seus principais rivais da parte de cima da tabela e entregou a vice-liderança do Campeonato Brasileiro para o Fluminense na noite desta quarta-feira. Recebeu o Red Bull Bragantino no Beira-Rio, sofreu com erros constantes no campo de ataque e não saiu de um empate sem gols, em jogo válido pela 28ª rodada.

O ponto somado em Porto Alegre deixa o Inter com 50, em terceiro lugar, um ponto atrás do Fluminense, que goleou o Juventude por 4 a 0 e chegou aos 51. Acima dos dois, o Palmeiras alcançou 60 de pontuação depois de vencer o Atlético-MG e aumentou a vantagem na liderança, com uma diferença de nove pontos em relação aos tricolores cariocas. O time de Bragança Paulista está em 13º, com 35, a cinco do Cuiabá, primeiro dentro da zona de rebaixamento. 

O primeiro tempo foi de muita eficiência defensiva para os dois lados. O Red Bull Bragantino não deixou o Inter cumprir o objetivo de ditar o ritmo da partida em território gaúcho e equilibrou as ações. No ataque, não foram muitas. Quando algum dos times chegava ao último terço do campo, a defesa levava a melhor, seja por mérito na marcação ou decisões precipitadas do ataque adversário. Os donos da casa tiveram um pouco mais de presença ofensiva, mas as chances claras foram escassas.

O Inter foi para o intervalo frustrado com os erros cometidos no campo adversário e voltou muito afobado para o segundo tempo. Forçou algumas jogadas e emplacou uma série de erros que trouxe certa irritação aos torcedores, enquanto a equipe paulista tentava aproveitar o nervosismo adversário para ganhar espaço rodando a bola, porém sem sucesso na articulação.

A afobação foi aplacada após os primeiros 15 minutos, e os colorados evoluíram ofensivamente. Em busca de aumentar o volume lá na frente, Mano Menezes sacou o lateral-direito Igor Gomes e colocou o meia Maurício, além de ter apostado em Taison no lugar de Alan Patrick. Com menos de cinco minutos em campo, Maurício teve ótima oportunidade de abrir o placar, ao receber cruzamento rasteiro perto da segunda trave, de frente para o gol aberto, e mandou para fora.

Perto do final da partida, o Red Bull se arriscou mais e teve alguns bons momentos, como finalizações perigosas de Popó e Artur defendidas por Keiller, titular pelo segundo jogo seguido no gol colorado, já que Daniel está tratando um trauma no olho direito. A postura deixou o jogo mais aberto e desencadeou chances também para os donos da casa, que continuaram se atrapalhando na conclusão das jogadas.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 0 RED BULL BRAGANTINO

INTERNACIONAL - Keiller; Igor Gomes (Maurício), Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Edenílson, Carlos de Pena, Alan Patrick (Taison) e Pedro Henrique (David); Alemão (Braian Romero). Técnico: Mano Menezes.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista (Jadsom Silva) e Hyoran (Sorriso); Artur, Carlos Eduardo (Popó) e Helinho (Eric Ramires). Técnico: Maurício Barbieri.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Artur e Popó (Red Bull Bragantino).

RENDA - R$ 750.267,00

PÚBLICO - 17.943 (15.985 pagantes)

LOCAL - Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). 


Estadão Conteúdo/GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck