Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness AcademiaConstinta
Por Donato Heinen. Publicado em 26/11/2023 as 23:55:54

Inter vence o Bragantino e se afasta do Z-4 do Brasileirão

Colorado, que chegou aos 46 pontos, está na zona de classificação para a Sul-Americana


Valencia (braço erguido) sofreu pênlati e converteu a cobrança ROBERTO VINÍCIUS / AGAFOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Pelos resultados paralelos da rodada, a partida contra o Bragantino era uma decisão para o Inter, que via diminuir a distância do Z-4. Pela qualidade do adversário e pelos desfalques colorados, seria um jogo duro. Mas o Beira-Rio viu uma batalha colorada para vencer por 1 a 0, gol de Valencia, cobrando pênalti. A lesão do equatoriano no intervalo deixou o jogo dramático. Mas a equipe de Eduardo Coudet segurou a vitória, subiu para 46 pontos e abriu cinco da zona do rebaixamento. Termina o dia em 11º.

Coudet optou por Lucca como substituto de Alan Patrick, suspenso. O jovem atacante formou dupla com Valencia. Na vaga de Aránguiz, a escolha foi Bruno Henrique.  Antes de a bola rolar, o Beira-Rio homenageou Rubens Minelli, que morreu aos 94 anos na sexta-feira. Os jogadores também usaram tarjas pretas no braço como sinal de luto.

O começo da partida foi de trocação, com os dois times buscando o ataque. A primeira conclusão foi do Inter, aos oito. Mauricio, da entrada da área, pela direita, bateu em curva, mas a bola saiu por pouco. O Inter criou boa oportunidade aos 17. Valencia foi lançado às costas de Hurtado, pela esquerda. Entrou na área, ganhou do zagueiro trazendo para dentro e bateu. A bola desviou na defesa e passou a centímetros da trave.

Aos 27, o lance capital do primeiro tempo. Valencia ganhou da defesa na velocidade, entrou na área e foi derrubado por Realpe. Pênalti. Aos 28, o equatoriano bateu com enorme categoria, deslocando Cleiton e tirando o goleiro até da foto: Inter 1 a 0.

Na retomada do jogo, Vitão sentiu dores musculares e precisou sair. Igor Gomes entrou em seu lugar. A partida continuava equilibrada, com o Inter atento à marcação e buscando alternativas em contragolpes. Wanderson, aos 43, quase ampliou em chute de fora da área que chegou a raspar a trave.

Nos instantes finais do primeiro tempo, um susto. Valencia caiu com a mão na coxa, aparentendo dores musculares. Chegou a sair para ser atendido. Mas logo voltou ao campo, em um pique maluco e tudo, e terminou a etapa inicial normalmente.

A cena que parecia tranquilizadora, porém, não se confirmou. Valencia precisou sair, com Luiz Adriano entrando em em seu lugar. O Bragantino, em desvantagem, partiu para busca o empate no segundo tempo. Vitinho, aos oito, bateu cruzado, raspando a trave. O Inter tentava em contragolpes, e teve um aos 16, mas faltou calma para Mauricio achar Lucca na área, e a defesa salvou.

Percebendo a inferioridade no meio-campo, Coudet fez duas trocas aos 19. Saíram Bruno Henrique e Lucca, entraram De Pena e Rômulo. Rômulo, aliás, antes mesmo de tocar na bola, já tinha levado cartão por falta em Sasha. A pressão do Bragantino era intensa, e o Inter só se defendia, mesmo faltando mais de 15 minutos para o fim. A saída de Valencia passou uma sensação de que o time ficou com menos um. Para buscar solidez definitiva, Coudet trocou Mauricio por Nico Hernández, aos 34.

Era ataque contra defesa. Porque mesmo eventualmente quando pegava a bola, o Inter nem sequer conseguia dar uma mínima sequência de passes. No primeiro minuto dos acréscimos, Rochet salvou. Dentro da área, Helinho tentou um cruzamento no segundo pau, e o goleiro se esticou todo para defender. O lance, porém, foi anulado por impedimento. Dali por diante, foi mais resistência e catimba para segurar o placar. Uma vitória fundamental.

Brasileirão — 35ª rodada — 26/11/2023

Inter
Rochet; Bustos, Vitão (Igor Gomes, 30'/1ºT), Mercado e Renê; Johnny; Mauricio (Nico Hernández, 34'/2ºT), Bruno Henrique (Rômulo, 19'/2ºT) e Wanderson; Lucca (De Pena, 19'/2ºT) e Valencia (Luiz Adriano, int.). Técnico: Eduardo Coudet.

Bragantino
Cleiton; Hurtado (Vitinho, int.), Léo Ortiz, Realpe e Luan Cândido; Jadsom, Eric Ramires (Alerrandro, 12'/2ºT) e Lucas Evangelista (Gustavinho, 27'/2ºT); Juninho Capixaba, Eduardo Sasha (Bruninho, 27'/2ºT) e Mosquera (Helinho, 12'/2ºT). Técnico: Pedro Caixinha.

Gol: Valencia, aos 28 minutos do 1º tempo
Cartões amarelos: Mercado, Rômulo, Mauricio, Luiz Adriano; Lucas Evangelista, Leo Ortiz, Luan Cândidto, Jadson, Gustavinho
Local: Beira-Rio
Público: 22.170 (19.086 pagantes)
Renda: R$ 184.459
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG), auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Felipe Costa de Oliveira (MG). VAR: Diego Pombo Lopez (BA).

Próximo jogo
Brasileirão - 36ª rodada
Quarta, 29/11/2023 - 20h
Arena Pantanal
Cuiabá x Inter 


GZH

Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck