Banner Tchê Milk - 14-10-22Supermercado Kramer - 8-2-23VALUPI Fitness AcademiaConstinta
Por Vilmar Pudell. Publicado em 03/12/2023 as 16:08:33

ACBF vence a Uruguaianense na primeira partida da final do Gauchão de Futsal 2023

Confronto ocorreu no Ginásio Oscar Miranda Schmidt, em Uruguaiana, neste domingo (3)


A ACBF conseguiu uma vantagem importante na decisão do Gauchão de Futsal 2023.  Na manhã deste domingo (3), a equipe de Carlos Barbosa foi até Uruguaiana e venceu os donos da casa por 2 a 0.  Mithyuê e Pedro Rei marcaram os gols da equipe laranja.  A partida foi disputada no Ginásio Oscar Miranda Schmidt (o Schimitão) onde a Uruguaianense ainda não havia perdido na competição.

Atual campeã, a ACBF joga por um empate no confronto da volta, em Carlos Barbosa, para ficar com a 15ª taça. Para ter chances de conquistar o título conquistado, a AEU terá que vencer o confronto de volta no tempo normal, por qualquer diferença de gols, levando a decisão à prorrogação. Persistindo a igualdade, o campeão será decidido nos pênaltis.

O duelo decisivo está marcado para o próximo domingo (10), às 11 horas, no Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, e terá cobertura da Rádio Gaúcha e de GZH no YouTube.

Jogo equilibrado

Nem a chuva forte que caiu na manhã de domingo em Uruguaiana impediu que os torcedores saíssem de casa para prestigiar a decisão. Mais de 1.600 pessoas transformaram o Schimitão num verdadeiro caldeirão. Mas a primeira chance de gol foi dos visitantes. Após jogada de Murilo, a batida de Mithyuê parou na defesa 

Apenas aos cinco minutos o Uruguaianense conseguiu cavar o primeiro escanteio. Mas na cobrança do Japa, Murilo roubou uma bola e rolou para Mithyuê, livre de marcação, abrindo o cartaz para a ACBF. 

Em jogo individual, Fernando quase ampliou no lance seguinte. A resposta dos donos da casa veio com Pedro. Aos poucos, a AEU aumentava a pressão, acumulando muitos escanteios. Aos 13, Ryan fez um milagre com os pés depois do arremate de Douglas. Em seguida, após troca de passes de pé em pé, Murilo ficou cara a cara com o goleiro e tentou fazer um golaço por cobertura, mas Canton salvou.

A etapa final começou com Cantão impedindo o gol de Fernando, após erro na saída de bola de Marcelinho. Assim como no primeiro tempo, a ACBF começou melhor, tomando a iniciativa para marcar o segundo na partida.

Na melhor chance dos donos da casa, aos três minutos, o Japa tentou duas vezes, mas Ryan fez grandes defesas. Mithyuê tentou dar o troco, mas errou a cavadinha. 

Irritado com o desperdício das oportunidades da equipe no ataque, o técnico André Bié pediu tempo para cobrar mais efetividade na conclusão das jogadas. Mas Dill e Torres perderam novas chances para a ACBF ao acertarem a trave. Do outro lado, o treinador Fabinho via seu time iniciar e obrigar Ryan a se transformar num dos grandes nomes do jogo.

Nos dez minutos finais, a partida ficou em aberto. As duas equipes realizaram muitas investidas na frente. Aos 14, Marcelinho ainda foi expulso e deixou o Uruguaianense com um a menos na quadra por dois minutos. O gol só saiu faltando pouco mais de dois minutos pra acabar. Dill fez um belo giro sobre a marcação e apenas rolou para Pedro Rei encaminhar o título. Final em Uruguaiana, 2 a 0 e vantagem para a ACBF 


RAFAEL RINALDI 


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros Europa
Filtros EuropaRepresentações Birck