Mieth MadeirasBlumen Platz Center - Outubro de 2015Diel & Werlang advogados
Por Donato Heinen. Publicado em 08/08/2022 as 12:36:41

Vergonha com atuação e promessa de resposta na Sul-Americana: a repercussão da goleada sofrida pelo Inter

Colorado levou 3 a 0 do Fortaleza, em jogo pelo Campeonato Brasileiro


Fortaleza 3 x 0 Inter, no Castelão (LC MOREIRA - ESTADÃO CONTEÚDO)

O Inter decepcionou na noite deste domingo (7). Se antes da partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro a decisão de Mano Menezes de poupar titulares tornava o empate um resultado satisfatório e até uma derrota  compreensível diante do Fortaleza, o que se viu em campo fugiu da normalidade. O andamento do jogo fez com que a decepção fosse o principal sentimento após o jogo. A razão foi ser goleado por 3 a 0, na pior atuação colorada sob o comando do treinador. 

Isso porque o time da casa ficou 10 homens aos 29 minutos do primeiro tempo pela expulsão de Romarinho, quando o placar estava em 0 a 0, e mesmo assim conseguiu construir a goleada. Lucas Crispim, na etapa inicial, e Hércules e Robson, no segundo tempo, marcaram os gols nordestinos diante de um Inter completamente dominado e sem capacidade de reação, mesmo com Mano tendo buscado no banco jogadores como Taison, Alemão, Edenilson, Renê e Carlos de Pena quando a desvantagem ainda era de apenas um gol. 

O treinador colorado reconheceu a má jornada e admitiu que deixou o Castelão envergonhado com a atuação do seu time.

— Estamos envergonhados com o resultado e a atuação. Se olhasse o jogo sem saber quem estava com o jogador expulso, parecia que o Fortaleza estava com 11 e nós com 10. Nossa ideia não era usar o Bustos o tempo todo, o mesmo com o Alan Patrick. Uma coisa foi encadeando a outra. No intervalo, não podíamos ter voltado com o Kaique (Rocha), o jogador disse que tinha condição para voltar e a prática mostrou que não, o que nos levou a fazer outra troca. Um erro foi gerando outro erro e vimos o que aconteceu hoje (domingo). Por mais que seja algo isolado e não exceção, é não pode acontecer— admitiu.

“Estamos envergonhados com o resultado”, lamenta Mano Menezes ao avaliar goleada sofrida para o Fortaleza

“Estamos envergonhados com o resultado”, lamenta Mano Menezes ao avaliar goleada sofrida para o Fortaleza

Current Time 0:00

/

Duration 1:24

Loaded13.95%

Ao ser questionado se o Inter havia sofrido por estar com a cabeça no Melgar, Mano Menezes rechaçou a ideia. O treinador avaliou que o time começou e jogo e acredita que o problema aconteceu a partir do momento que o Fortaleza ficou com 10 homens. 

— Seria cômodo para mim como treinador falar que o time não estava focado e tudo aconteceu por isso. A equipe estava focada na partida. Nós nos perdemos a partir do momento que tivemos uma superioridade numérica, que aconteceu cedo. A partir daí nos atrapalhamos, talvez por ter esperado alguma facilidade — declarou o treinador, que admitiu preocupação com a situação de Alan Patrick, que tinha como planejamento atuar apenas 60 minutos no Castelão. 

Mano Menezes vê falta de maturidade da equipe ao se encontrar em superioridade numérica: “Não soubemos nos comportar com um a mais”

Mano Menezes vê falta de maturidade da equipe ao se encontrar em superioridade numérica: “Não soubemos nos comportar com um a mais”

— A maior preocupação é com o Alan Patrick porque o Bustos vai fazer tranquilamente aquilo que está fazendo, mas o Alan a ideia era jogar  apenas 60 minutos e foi visto no final que ele não conseguia mais fazer o que precisava — completou.

Mesmo com a atuação discreta no primeiro tempo, Braian Romero teve confirmada a sua titularidade no como substituto do suspenso Alemão contra o Melgar. Mano ainda mostrou um discurso positivo e convocou a torcida a ir ao Beira-Rio na quinta-feira com a certeza de que o Inter terá uma postura diferente da de Fortaleza.

— No futebol e na vida a gente sempre faz das pancadas uma oportunidade para fazer a retomada logo em seguida. Foi o que fizemos depois da derrota para o Colo-Colo, que teve algumas coisas semelhantes a hoje, a equipe respondeu porque tem qualidade. Iremos responder na quinta-feira, o torcedor pode ir ao Beira-Rio porque iremos responder bem — garantiu.

Com a derrota, o Inter para nos 33 pontos e vê a distância para o líder Palmeiras aumentar para 12 pontos. Se teve algo positivo no domingo, foi que o Atlético-MG acabou derrotado pelo Athletico-PR  no Mineirão, o que mantém o Colorado dentro do G-6 apesar da vexatória goleada sofrida para o Fortaleza.  Mas o Brasileirão é preocupação para outro momento. Até quinta-feira a prioridade do Inter será vencer o Melgar e seguir na briga pelo bicampeonato da Sul-Americana.  


GZH


Nome:

E-mail:

Comentário:

Cidade:


Comentários


Representações BirckFiltros EuropaCotrio - Logomarca
Cotrio - LogomarcaFiltros EuropaRepresentações Birck